Tempo
|
A+ / A-

Criança espanhola desaparecida no rio Minho. Buscas continuam

01 mai, 2022 - 12:14 • Lusa

Forte corrente levou também o pai, que foi resgatado, mas acabou por morrer.

A+ / A-

As buscas para encontrar uma criança espanhola desaparecida no sábado no rio Minho, na zona de Melgaço, foram hoje de manhã retomadas, disse fonte do Comando Distrital de Operação de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo.

Em declarações à agência Lusa, fonte do CDOS de Viana do Castelo explicou que as buscas de criança desaparecida no sábado "foram retomadas pelas 08h05", no Rio Minho.

O alerta do desaparecimento por elementos de uma família espanhola na Praia fluvial de Arbo, do lado espanhol, foi dado sábado e as buscas estão a ser realizadas com a intervenção da Polícia Marítima de Caminha, bem como com o apoio de elementos dos Bombeiros de Melgaço e de meios espanhóis.

Fonte dos Bombeiros de Melgaço confirmou hoje à Lusa que há "oito elementos" da corporação de Melgaço a realizar buscas na margem portuguesa do Rio Minho.

Segundo se lê na edição "online" de hoje no jornal La Voz de Galicia, a ocorrência aconteceu cerca das 19h00 (18h00 em Portugal), quando "a criança de 10 anos perdeu uma sandália e entrou na água para buscá-la pela mão do progenitor. A forte corrente arrastou-os".

Junto a eles, na praia fluvial, estava a mãe e outra criança, uma menina de oito anos. A família é de Vigo, acrescenta o jornal La Voz de Galicia.

O pai, de 42 anos de idade, ainda foi retirado com vida, mas acabou por não resistir, avança o jornal La Voz de Galicia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+