Tempo
|
A+ / A-

Guerra na Ucrânia

​Rússia oferece nova oportunidade de rendição aos combatentes de Azovstal

19 abr, 2022 - 21:29 • Redação com Reuters

Moscovo anuncia cessar-fogo na empresa metalúrgica sediada em Mariupol onde se encontram cerca de 1.000 civis juntamente com combatentes ucranianos que defendem aquela cidade portuária. ​Se depuserem as armas, os resistentes ucranianos sairão ilesos, garante o Ministério da Defesa russo.

A+ / A-

A Rússia está disposta a um cessar-fogo que permita a rendição dos combatentes concentrados na empresa metalúrgica Azovstal, em Mariupol.

O Ministério da Defesa russo disse, esta terça-feira, que está disposto a dar tréguas em troca da deposição das armas por parte dos combatentes ucranianos que permanecem na fábrica de Azovstal, na cidade portuária de Mariupol.

Segundo a agência Reuters, o Ministério da Defesa informou que iria iniciar um cessar-fogo a partir das 14h00 (hora de Moscovo, 12h00 em Portugal), para dar aos combatentes ucranianos a oportunidade de se renderem e sairem ilesos.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, já disse que as forças em Mariupol “lutariam até o fim” e iriam ignorar qualquer ultimato de rendição da Rússia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    20 abr, 2022 Lisboa 13:25
    Não querias mais nada, Ivan! Eles Ucranianos, estão a defender a sua Terra - e até a Europa- dando sangue e vida. Tu Ivan, não passas dum asqueroso a querer roubar o que é dos outros.

Destaques V+