Tempo
|
A+ / A-

Joe Biden vai anunciar novas sanções à Rússia

22 mar, 2022 - 20:39 • Lusa

O presidente dos EUA deslocar-se-á a Bruxelas e à Polónia - que acolheu mais de dois milhões de refugiados ucranianos fugidos do país desde o início da invasão russa, a 24 de fevereiro - para defender a continuação da unidade entre aliados ocidentais enquanto a Rússia prossegue a sua violenta invasão da Ucrânia.

A+ / A-

O presidente norte-americano, Joe Biden, tenciona anunciar novas sanções à Rússia na quinta-feira, quando estiver em Bruxelas para reuniões com os aliados europeus e da NATO, indicou um conselheiro de segurança nacional esta terça-feira.

Biden, que vai participar numa reunião especial da NATO e discursar no próximo Conselho Europeu, deverá igualmente sublinhar os esforços para fazer cumprir a "avalanche" das sanções constantes da lista já anunciada pelos Estados Unidos e aliados.

"Ele vai juntar-se aos nossos parceiros na imposição de mais sanções à Rússia e no reforço das sanções existentes para punir as tentativas de fuga e garantir o seu rigoroso cumprimento", declarou o conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, escusando-se a fornecer mais pormenores sobre as novas sanções que o presidente norte-americano anunciará.

Joe Biden deslocar-se-á a Bruxelas e à Polónia - que acolheu mais de dois milhões de refugiados ucranianos fugidos do país desde o início da invasão russa, a 24 de fevereiro - para defender a continuação da unidade entre aliados ocidentais enquanto a Rússia prossegue a sua violenta invasão da Ucrânia.

A ofensiva militar lançada na madrugada de 24 de março pela Rússia na Ucrânia causou já a fuga de dez milhões de pessoas, mais de 3,5 milhões das quais para os países vizinhos, de acordo com os mais recentes dados da ONU - a pior crise de refugiados na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Segundo as Nações Unidas, cerca de 13 milhões de pessoas necessitam de assistência humanitária na Ucrânia.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+