Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Avião com 132 pessoas a bordo cai na China

21 mar, 2022 - 08:36 • Olímpia Mairos , com agências

Boeing-737 caiu numa zona montanhosa perto da cidade de Wuzhou, na região de Guangxi.

A+ / A-

Um avião da China Eastern Airlines, que viajava entre as cidades chinesas de Kunming (sudoeste) e Cantão caiu numa zona montanhosa com 132 pessoas a bordo, informa a televisão estatal CCTV.

O avião transportava 123 passageiros e nove membros da tripulação, avançou o CAAC, corrigindo informações anteriores de que 133 pessoas estavam a bordo

O Boeing-737 caiu perto da cidade de Wuzhou, na região de Guangxi, e “causou um incêndio” nas montanhas.

As equipas de resgate estão a caminho do local. Desconhece-se para já se há sobreviventes.

Não há até ao momento informações sobre a causa da queda do avião, uma aeronave com seis anos, de acordo com o Flightradar24.

O avião da China Eastern Airlines faria a ligação de Kunming a Guangzhou. Segundo o FlightRadar24, o voo partiu às 13h11 (5h11 em Lisboa) e emitiu sinal até às 14h22 (6h22 em Lisboa). Deveria ter aterrado às 15h05 (7h05 em Lisboa).

Segundo a Reuters, a Administração da Aviação Civil da China ativou o mecanismo de emergência e enviou um grupo de trabalho para o local.

O Presidente da China já pediu aos serviços de emergência do país para “organizarem uma busca e salvamento” e “identificarem as causas do acidente”, avança a agência Reuters, que cita os meios de comunicação locais.

“Depois do acidente, o presidente Xi Jinping deu de imediato instruções para se avançar com os mecanismos de emergência, organizar uma busca e salvamento e lidar devidamente com as consequências", disse a CCTV, a maior rede de televisão da China.

De acordo com The New York Times, que cita meios de comunicação local, um dos membros da equipa de resgate afirmou que o avião se desintegrou completamente. O incêndio causado pela queda queimou várias árvores antes de ser apagado.

A China Eastern Airlines é uma das três principais companhias aéreas da China e o registo de segurança da indústria aérea do país esteve entre os melhores do mundo na última década.

O Boeing 737 é o avião comercial mais produzido na história da aviação e é usado sobretudo para voos de curta e média distância.

De acordo com a Aviation Safety Network, o último acidente fatal com aviões da China aconteceu em 2010, quando 44 das 96 pessoas morreram, depois de um avião regional Ambraer E-190, pilotado pela Henan Airlines, se ter despenhado na aproximação ao aeroporto de Yichun.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+