Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Guerra na Ucrânia

Zelensky avisa. Aliados podem ser responsabilizados por catástrofe humanitária

09 mar, 2022 - 11:44 • Marta Grosso com agências

“A Rússia usa mísseis contra nós, contra civis. É dever humanitário do mundo responder”, declarou o Presidente da Ucrânia numa publicação no Facebook, na qual pede também rapidez para resolver a oferta de caças polacos.

A+ / A-
Ucranianos pedem encerramento do espaço aéreo e alertam para responsabilidade mundial
Ucranianos pedem encerramento do espaço aéreo e alertam para responsabilidade mundial

O Presidente ucraniano reitera que aliados serão "responsáveis pela catástrofe humanitária" na Ucrânia, caso se mantenha o espaço aéreo aberto.

O aviso é lançado nesta quarta-feira, no Facebook. “O inimigo pode destruir as paredes das nossas casas, as nossas escolas, as nossas igrejas. Pode destruir empresas ucranianas. Mas nunca chegará à nossa alma, ao nosso coração, à nossa capacidade de viver livremente. E ter a coragem de o fazer”, escreveu no texto que acompanha o vídeo desta manhã.


Volodymyr Zelensky defende que a zona de exclusão aérea é necessária para evitar catástrofe humanitária. Quase duas semanas após a invasão da Rússia, o nível de ameaça na Ucrânia está no máximo.

"A Rússia usa mísseis, aviões e helicópteros contra nós, contra civis, contra as nossas cidades, contra a nossa infraestrutura. É dever humanitário do mundo responder", declarou o chefe de Estado ucraniano, reforçando, mais uma vez, a resistência dos ucranianos.

"O inimigo pode destruir as paredes das nossas casas, as nossas escolas, as nossas igrejas. Pode destruir empresas ucranianas. Mas nunca chegará à nossa alma, ao nosso coração, à nossa capacidade de viver livremente. E ter a coragem de o fazer", escreveu na publicação.

Caças polacos. “Quando haverá decisão?”

Zelensky pede rapidez aos aliados do Ocidente para resolver a oferta de caças polacos.

"Quando haverá decisão? Reparem, estamos em guerra!", sublinhou o líder ucraniano no Facebook. "Pedimos que decidam isto o mais rápido possível. Enviem-nos os aviões”, apelou.

A Polónia ofereceu-se aos Estados Unidos para enviar os seus jatos MiG-29 para a Ucrânia através de uma base aérea norte-americana na Alemanha, mas Washington rejeitou a proposta por temer repercussões para "toda a aliança da NATO".

A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que causou pelo menos 406 mortos e mais de 800 feridos entre a população civil e provocou a fuga de mais de dois milhões de pessoas para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+