Tempo
|
A+ / A-

Putin “seriamente preocupado” com possibilidade de Ucrânia ter armas nucleares

22 fev, 2022 - 17:09 • Marta Grosso com agências

Presidente da Rússia diz que a “melhor decisão que a Ucrânia poderia tomar seria renunciar às suas ambições de se tornar membro da NATO”. E afirma que os acordos de Minsk já não estão em vigor.

A+ / A-

Vladimir Putin afirmou, nesta terça-feira, que a Ucrânia como “armada até os dentes”, com uma atitude “anti-Rússia” e “inaceitável”.

Numa conferência de imprensa em Moscovo, o Presidente russo disse-se “seriamente preocupado” com a ameaça da Ucrânia, nomeadamente no desenvolvimento de armas nucleares.

Acusa o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, de não querer desistir do arsenal nuclear em 1994, naquilo que Putin vê como declarações "destinadas à Rússia", acrescentando que a única coisa que falta a Kiev são os sistemas para enriquecer urânio.

Questionado se irá enviar tropas para as repúblicas controladas pelos separatistas, Putin não dá uma resposta direta, mas diz que dará assistência militar aos rebeldes das regiões de Donetsk e Luhansk.

Se houver um conflito, é claro que cumpriremos as obrigações que assumimos. “Estamos a contar com a resolução de todas essas diferenças, que serão resolvidas entre as regiões de Kiev, Luhansk e Donetsk. Mas, no momento, entendemos que isso é provavelmente impossível na situação atual. Mas esperamos que isso aconteça no futuro”, afirmou, ao mesmo tempo que acrescentava que os acordos de Minsk “já não existem”.

A “melhor decisão que a Ucrânia poderia tomar seria renunciar às suas ambições de se tornar membro da NATO”, refere ainda o Presidente russo.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+