Tempo
|
A+ / A-

Covid-19 na Alemanha. Incidência acumulada sobe pelo quinto dia consecutivo

03 jan, 2022 - 11:53 • Lusa

Ministro da Saúde está preocupado com os não vacinados. Na sexta, o governo pode tomar "novas decisões" para evitar que a onda provocada pela variante Ómicron alcance uma grande dimensão.

A+ / A-

A incidência acumulada de novas infeções por SARS-CoV-2 por 100.000 habitantes em sete dias subiu na Alemanha pelo quinto dia consecutivo, para 232,4 contágios, quando se inicia o retorno escalonado às aulas.

De acordo com a mesma fonte, no domingo a incidência acumulada de novas infeções por 100.000 habitantes em sete dias foi de 222,7 contágios e há um mês, durante a quarta onda da pandemia, foi de 439,2 infeções.

As autoridades de saúde relataram 18.518 novas infeções nas últimas 24 horas e 68 mortes , enquanto há uma semana foram contabilizados 13.908 novos contágios e 69 óbitos.

O número de casos ativos na Alemanha é de cerca de 617.100, de acordo com dados do Instituto Robert Koch (RKI).

As aulas arrancaram em seis dos 16 Estados federados e em outros dois vão começar a meio da semana. Os alunos nos restantes Estados voltam às aulas na próxima semana, de acordo com as autoridades.

Em Berlim, as aulas presenciais são mantidas e os alunos serão testados diariamente nesta primeira semana de aulas e já em Brandeburgo os testes serão feitos em dias alternados.

O ministro da Saúde alemão, Karl Lauterbach, anunciou na noite de domingo que na próxima reunião entre o Governo federal e os Estados federados, marcada para sexta-feira, "haverá de qualquer maneira novas decisões" para evitar que a onda provocada pela variante Ómicron alcance uma grande dimensão.

Numa entrevista aos canais de televisão RTL e NTV, o Lauterbach especificou que será abordada a questão da quarentena, embora tenha ficado em aberto se pretende encurtar o isolamento das pessoas que estiveram em contacto com pessoas doentes, em particular as que receberam a vacina de reforço, e até mesmo para os próprios infetados.

Lauterbach expressou mais uma vez a sua "grande preocupação", especialmente para as pessoas não vacinadas , dado o aumento acentuado esperado das infeções.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+