Tempo
|
A+ / A-

Ómicron poderá ser o vírus de mais rápida propagação de sempre

02 jan, 2022 - 15:41 • Redação

A nova variante do SARS-CoV-2 está a revelar-se de propagação mais rápida do que o sarampo, um dos vírus mais contagiosos entre humanos.

A+ / A-

A rapidez de contágio é a ideia chave por detrás da teoria de Roby Bhattacharyya, especialista em doenças infeciosas do Hospital Geral de Massachusetts, citado pelo jornal espanhol El País.

De acordo com Roby, cada pessoa com Ómicron infeta, em média, seis pessoas. Mas apesar de o contágio do sarampo ser de mais de o dobro (cada pessoa com a doença infeta, em média, outras 15), a rapidez de contágio acaba por chegar a mais pessoas no mesmo espaço de tempo.

O contágio do sarampo acontece, normalmente, passados 12 dias de a pessoa contrair o vírus. Contudo, no caso da variante Ómicron acontece passado quatro ou cinco dias.

"Um caso de sarampo daria lugar a 15 casos em 12 dias. Um caso de Ómicron dá origem a mais seis em quatro dias, ou seja, a 36 casos em oito dias. E a 216 infeções em 12 dias", diz o especialista ao El País.


Em 35 dias, a partir de um caso, haverá 280.00 infeções de Ómicron. De sarampo, haverá apenas 2.700 infeções.


Contudo, no mundo real, com grande parte da população vacinada, a nova variante infeta apenas três pessoas, um contágio semelhante ao do vírus original proveniente da cidade Wuhan, explica o jornal espanhol.


"Com as condições atuais, o modelo exponencial de contágio mostraria 14 milhões de pessoas infetadas a partir de um único caso, em comparação com as 760.000 com sarampo, numa população sem defesas específicas", diz Roby Bhattacharyya.


Em dezembro, o laboratório de Bhattacharyya referiu que a nova variante deverá ser 25% menos severa do que a Delta em pessoas que não foram ainda vacinadas. Contudo, diz que o Ómicron poderá provocar uma doença mais grave do que outras variantes anteriores como a Alfa, que será 50% mais fraca do que a Delta.


"Dada a velocidade da sua propagação, a Ómicron poderá causar mais danos, em menos tempo", avisa.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+