Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

Enfermeira italiana fingiu dar vacina a troco de 400 euros. Foi presa

22 dez, 2021 - 13:51 • Marta Grosso

Após denúncia, a polícia colocou câmaras ocultas e a enfermeira foi apanhada em flagrante delito.

A+ / A-

Uma enfermeira italiana foi presa depois de fingir administrar uma vacina contra a Covid-19 a uma pessoa, a troco de pagamento.

A detenção ocorreu na terça-feira, em Palermo. Anna Maria Lo Brano esvaziava o conteúdo da vacina numa gaze e depois usava seringas vazias. No final, era emitido o comprovativo de vacinação Covid-19.

A denúncia chegou à polícia, que instalou câmaras de vigilância ocultas no centro de vacinação e apanhou a enfermeira em flagrante delito.

Os interessados no esquema chegaram a pagar 400 euros. Mas a enfermeira não estaria a agir sozinha, tendo sido detidos também o líder de um movimento antivacina e um polícia, cuja identidade não foi divulgada.

Os certificados emitidos foram, entretanto, bloqueados e a enfermeira suspensa de funções.

Em Itália, é necessário um certificado de vacinação para aceder a restaurantes e locais de lazer.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+