Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Von der Leyen defende reforço da vacinação para todos os adultos

24 nov, 2021 - 12:44 • Marta Grosso com Lusa

Presidente da Comissão Europeia reage ao alerta do Centro Europeu para o Controlo e Prevenção de Doenças para risco elevado de contágios no continente e apelo à vacinação.

A+ / A-

A presidente da Comissão Europeia defende o alargamento do reforço da vacinação a todos os adultos, com prioridade para os maiores de 40 anos. Ursula von der Leyen reagia assim à última avaliação de risco do Centro Europeu para o Controlo e Prevenção de Doenças (ECDC).

“A avaliação de risco é clara: temos de acelerar a vacinação para controlar a pandemia. Queremos convencer as pessoas a serem vacinadas. O reforço deve ficar disponível para os adultos, com prioridade para os maiores de 40 anos e população vulnerável”, escreveu no Twitter.

“Vamos manter a distância e as máscaras”, apela ainda.


O ECDC alertou nesta quarta-feira para o elevado risco de contágios que a Europa enfrenta.

“Sem alterações nas taxas de contacto em relação aos níveis atuais, estimamos que os países com o nível mais elevado de cobertura vacinal, mais de 80%, estejam em ‘risco acrescido’, enquanto os com os níveis de cobertura vacinal inferiores a 80% estejam em 'alto risco'”, adverte o organismo.

Segundo o cenário avançado numa nota de imprensa, o peso da variante Delta “será muito elevado em dezembro e janeiro, a menos que sejam agora aplicadas medidas de saúde pública em combinação com esforços contínuos para aumentar a administração de vacinas na população total”.

“A situação epidemiológica atual é, em grande parte, impulsionada pela elevada transmissibilidade da variante Delta [do coronavírus SARS-CoV-2], que contraria a redução da transmissão conseguida pela vacinação na UE/EEE”, indica o relatório de avaliação de risco.

Por isso, o Centro Europeu para o Controlo e Prevenção de Doenças apela a um reforço na vacinação contra a Covid-19 em todo o espaço comunitário e destaca a necessidade de uma dose de reforço a todos os adultos, com prioridade aos maiores de 40 anos.

Segundo o ECDC, as taxas de vacinação na União Europeia são de 65,4% da população total vacinada e de 76,5% da população adulta.

Além da vacinação, o organismo europeu reitera os apelos ao reforço das medidas não farmacêuticas, como o uso de máscara e a limitação dos contactos sociais.


Nesta quarta-feira, em entrevista à Sky News, o diretor executivo da Organização Mundial de Saúde (OMS) na Europa mostrou-se alarmado com o crescimento do número de contágios no continente e voltou a apelar à vacinação da população.

Questionado sobre a obrigatoriedade da vacina, respondeu que seria “um debate saudável de se ter”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+