Tempo
|
A+ / A-

Migrantes

ONG resgata 59 migrantes do Mediterrâneo, 17 dos quais menores

10 out, 2021 - 13:18 • Lusa

Viajavam a bordo de uma pequena embarcação de madeira que saiu da cidade líbia de Zoara e estavam no mar há cerca de 24 horas.

A+ / A-

Cinquenta e nove migrantes, incluindo seis mulheres e 17 menores, foram resgatados das águas do Mediterrâneo pelo navio da organização não-governamental (ONG) “ResQ People save people”.

Os resgatados, em que se incluía uma mulher grávida, são provenientes de vários países, nomeadamente Síria, Somália, Eritreia, Etiópia, Sudão, Egito, Iémen, Nigéria, Líbia, Gâmbia e Costa do Marfim.

De acordo com a agência Efe, os migrantes viajavam a bordo de uma pequena embarcação de madeira que saiu da cidade líbia de Zoara, perto da fronteira com a Tunísia, e estavam no mar há cerca de 24 horas.

O resgate aconteceu em águas internacionais após um alerta do sistema Navtex.

Dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM) mostram que este ano já chegaram à Europa, por mar, mais de 79 mil pessoas, estando 1.394 desaparecidas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+