Tempo
|
A+ / A-

George W. Bush pede luta contra terroristas internos e externos

11 set, 2021 - 17:42 • Lusa

O ex-Presidente referiu-se aos extremistas dentro e fora dos EUA que partilham não só o "desprezo pelo pluralismo" e a sua "indiferença pela vida humana", mas também a sua "determinação em profanar os símbolos do país".

A+ / A-

O ex-Presidente dos Estados Unidos George W. Bush defendeu este sábado que o país deve lutar contra os extremistas violentos, dentro e fora de fronteiras, no vigésimo aniversário dos ataques de 11 de setembro.

Bush - que era Presidente dos EUA à época dos atentados de 11 de setembro - discursou em Shanksville, na Pensilvânia, na cerimónia em memória das vítimas do voo United 93 que impediram um quarto atentado, após fazerem despenhar o avião naquele local.

O ex-Presidente referiu-se aos extremistas dentro e fora dos EUA que partilham não só o "desprezo pelo pluralismo" e a sua "indiferença pela vida humana", mas também a sua "determinação em profanar os símbolos do país".

Desta forma, Bush aludiu implicitamente a um episódio recente na história americana - o ataque ao Capitólio a 6 de janeiro, perpetrado por apoiantes do ex-Presidente Donald Trump -, um incidente que Bush condenou em várias ocasiões.

Para George W. Bush, os extremistas violentos domésticos e estrangeiros "são filhos do mesmo espírito infame", dizendo que é dever das autoridades enfrentá-los.

Bush lembrou os momentos seguintes aos ataques de 2001, dizendo que teve "orgulho em liderar um povo impressionante, resiliente e unido".

Na cerimónia em Shanksville, da qual participou igualmente a vice-Presidente, Kamala Harris, Bush lembrou o heroísmo dos passageiros do voo 93 da United Airlines, referindo-se a eles como um "grupo excecional" de americanos, bravos, fortes e unidos", vítimas que enfrentaram uma situação "impossível" e que depois de "confortar" as suas famílias com seus telefonemas e recados entraram em "ação" e "derrotaram os desígnios do diabo".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anónimo
    11 set, 2021 Lisboa 19:38
    Se este senhor pede luta contra terroristas, então suponho que vá cometer seppuku?
  • António J G Costa
    11 set, 2021 Cacém 18:44
    ..."filhos do mesmo espírito infame" . Em cheio. As pessoas surpreendem-me sempre. Não tenho qualquer simpatia por Bush, mas este senhor tem razão. O problema é que os terroristas são apenas assassinos acéfalos. Devemos preocuparmo-nos muito mais, com quem treina e alimenta estas pessoas. A sua Ideologia, da cor do petróleo, acabará por acompanhar o colapso deste último. Veremos.

Destaques V+