Tempo
|
A+ / A-

EUA

Ex-militar mata quatro pessoas na Florida. Uma das vítimas é um bebé

06 set, 2021 - 08:08 • Redação com agências

Veterano das guerras no Iraque e no Afeganistão, o homem disse à polícia que tinha estado a usar metanfetaminas.

A+ / A-

Pelo menos quatro pessoas foram mortas a tiro em Lakeland, no centro da Florida, por um antigo veterano dos Marines.

O atirador, identificado como Brian Riley, de 33 anos, matou um homem de 40 anos, uma mulher de 33 e o filho de três meses e a avó da criança de 62 anos, numa área residencial do condado de Folk, revelou o xerife local Grady Judd.

“Este homem matou quatro pessoas no domingo e atirou sobre agentes da polícia, antes de se entregar”, acrescentou.

Uma rapariga de 11 anos foi atingida várias vezes e transportada para o hospital. Segundo as informações médicas, está a recuperar após cirurgia.

Veterano das guerras no Iraque e no Afeganistão, o homem disse à polícia que era “um sobrevivente” (movimento de pessoas que se preparam para o fim do mundo através de guerras ou catástrofes naturais) e tinha estado a usar metanfetaminas.

Ferido no tiroteio, o antigo militar foi levado para um hospital local, onde tentou novamente atacar a polícia e teve de ser sedado.

Depois de receber assistência médica, foi transferido para uma prisão local.

A namorada de Brian disse às autoridades que ele tinha sido diagnosticado com stress pós-traumático - uma grave perturbação psicológica que ocorre quando uma pessoa é exposta a eventos traumáticos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+