Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Uma imagem para a história. Chris Donahue foi o último militar dos EUA a sair do Afeganistão

31 ago, 2021 - 15:52 • Cristina Nascimento com agências

Em 18 dias, autoridades norte-americanas retiraram quase 80 mil civis do Afeganistão.

A+ / A-
Foto: Jack Holt/EPA
Foto: Jack Holt/EPA
Foto: USA Today Network
Foto: USA Today Network

A operação terminou um dia antes do prazo limite. A 30 de agosto os Estados Unidos deram por terminada a tarefa de retirar do Afeganistão todos os seus militares, pondo fim à mais longa guerra em que já participaram. Chegaram em 2001, no rescaldo dos atentados de 11 de setembro e saem agora, depois dos talibãs terem recuperado o poder no país.

Nas redes sociais, as autoridades norte-americanas divulgam a imagem esverdeada de um militar vestido com um camuflado: é o major general Christopher Donahue, comandante da 82ª Divisão Aerotransportada, o último a deixar solo afegão.


Donahue, 52 anos, chegou ao Afeganistão em agosto já com o propósito de levar a cabo esta missão de retirada. Mas as operações especiais e difíceis estão longe de ser uma estreia para este militar que se formou na Academia Militar de West Point, em 1992. Desde então já passou por várias missões e postos, no estrangeiro, entre os quais, Coreia do Sul, Panamá, Iraque, Síria, Afeganistão, entre outros.

Segundo dados avançados pela CNN, em 18 dias, as autoridades norte-americanas retiraram quase 80 mil civis do país, dos quais seis mil eram americanos e os outros cidadão de outros países e também afegãos civis. Há ainda, no entanto, menos de 250 civis norte americanos que optaram por ficar.

Relatos de pessoas no aeroporto de Cabul garantem que, após o C-17 que levava os últimos militares norte-americanos ter levantado voo, houve tiros disparados para celebrar a partida.

Começa um novo capítulo no país.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    31 ago, 2021 Madeira 18:02
    Mais uma derrota.

Destaques V+