Tempo
|
A+ / A-

Afeganistão. António Guterres "profundamente preocupado" convoca Conselho de Segurança

26 ago, 2021 - 22:03 • Lusa

A convocação do Conselho de Segurança, para segunda-feira, visa discutir a situação caótica no Afeganistão, depois dos atentados.

A+ / A-

António Guterres "condena o atentado terrorista, que matou ou feriu numerosos civis, e estende os seus mais sentidos pêsames às famílias dos mortos", disse o seu porta-voz, Stéphane Dujarric, durante uma conferência de imprensa, esta quinta-feira.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, está "profundamente preocupado" com a situação em Cabul, onde ocorreu um atentado terrorista que causou dezenas de mortos e feridos, e convocou uma reunião do Conselho de Segurança.

A convocação do Conselho de Segurança, para segunda-feira, visa discutir a situação caótica no Afeganistão, depois dos atentados.

Dujarric assegurou que o chefe da ONU está a "seguir de perto a situação em Cabul, especialmente no aeroporto", onde ocorreu o ataque, que se suspeita tenha sido realizado pelo grupo que se denomina Estado Islâmico.

"O incidente realça a volatilidade da situação no Afeganistão, mas também fortalece a nossa determinação, enquanto continuamos a levar ajuda urgente por todo o país para apoiar o povo afegão", acrescentou o porta-voz.

O líder do Comando Central dos Estados Unidos, general Kenneth McKenzie, confirmou hoje 12 mortes e 15 feridos nos ataques desta tarde em Cabul, atribuindo a autoria das explosões a terroristas do Estado Islâmico.

McKenzie disse que os terroristas detonaram-se com bombas do lado de fora do aeroporto, e que se seguiu um ataque armado.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+