Tempo
|
A+ / A-

Afeganistão

UE pede aos EUA manutenção de presença militar no aeroporto de Cabul

24 ago, 2021 - 17:34 • Hélio Carvalho

Depois de participar na conferência do G7, Charles Michel exigiu que os talibãs permitam a livre passagem de cidadãos para o aeroporto.

A+ / A-

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, pediu esta terça-feira aos "amigos americanos" que continuem a proteger o aeroporto de Cabul, no Afeganistão para assegurar o acesso a quem quiser sair do país.

Em declarações à imprensa depois da reunião do G7, Charles Michel, ladeado pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, repetiu o pedido que já tinha feito aos talibãs: que seja permitida a entrada no aeroporto a quem precise.

"Vai haver consequências" se tropas ficarem em Cabul. Milhares de pessoas amontoam-se no aeroporto
"Vai haver consequências" se tropas ficarem em Cabul. Milhares de pessoas amontoam-se no aeroporto

"Precisamos de manter o aeroporto, o máximo de tempo que for necessário, para completar as operações, e um acesso justo e equitativo ao aeroporto a todos os cidadãos a evacuar", disse Michel, dirigindo-se diretamente aos Estados Unidos.

Acrescentou ainda o presidente do Conselho Europeu que "a União Europeia e os seus Estados-membros não poupam nos esforços de evacuar os cidadãos europeus e aqueles que colaboraram connosco".

"Estamos preocupados com a sua capacidade de chegar de forma segura ao aeroporto de Cabul. Pedimos às autoridades afegãs que permitam a livre passagem - sejam cidadãos estrangeiros e afegãos - a quem quiser entrar no aeroporto", afirmou.

Os talibãs, por outro lado, colocam de parte qualquer adiamento da retirada militar dos EUA e das forças de qualquer outro país. Esta segunda-feira, o grupo que passou a governar o Afeganistão depois de 20 anos de guerra garantiu que "vai haver consequências" caso as tropas estrangeiras não saiam do Afeganistão até ao final deste mês.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, focou-se na ajuda humanitária e no resgate de cidadãos europeus, anunciado, tanto na conferência como no Twitter, que "a maioria dos trabalhadores da União Europeia, incluindo o staff afegão e as suas famílias, foram evacuados do Afeganistão e estão em segurança".

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+