Tempo
|
A+ / A-

Amazon leva multa de mais de 700 milhões de euros da UE

30 jul, 2021 - 14:25 • Redação

O CEPD acusou a empresa norte-americana de processar dados pessoais de uma forma que viola o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados da UE.

A+ / A-

A Amazon recebeu uma multa de 746 milhões de euros da União Europeia (UE), por violar regras de proteção de dados.

A decisão do Comité Europeu para a Proteção de Dados (CEPD) foi tomada a 16 de julho, segundo avançou a Bloomberg, esta sexta-feira.

O CEPD acusou a empresa norte-americana de processar dados pessoais de uma forma que viola o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados da UE.

Em reação, esta sexta-feira, a Amazon considerou que a decisão "não tem credibilidade".

"Não houve nenhuma fuga de dados e e não houve qualquer exposição de dados de consumidores a terceiros", disse a empresa, num comunicado citado pela Bloomberg.

"Estes factos não podem ser contestados. Discordamos completamente da decisão do CEPD", acrescentou a Amazon.

O processo começou, em 2018, depois da queixa de um grupo de defesa do direito à privacidade francês, chamado "La Quadrature du Net".

Em reação, citado pela Bloomberg, o grupo demonstrou-se feliz pela decisão da CEPD, mas alertou que "apesar de ser um bom primeiro passo, temos de continuar vigilantes e esperar que a decisão também inclua uma injução para corrigir o comportamento [da Amazon]".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+