Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Primeiro caso em Macau nos últimos dois meses

16 mai, 2021 - 19:25 • Lusa

Caso é importado e assintomático, referem as autoridades.

A+ / A-

Macau registou um caso importado de Covid-19, o primeiro em mais de dois meses no território, anunciaram as autoridades de saúde.

Este é o 50.º caso confirmado desde o início da pandemia no território que até agora não registou qualquer morte, nem qualquer infeção em profissionais de saúde.

Segundo um comunicado do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, trata-se de um homem de 31 anos de idade que "partiu de Katmandu, no Nepal, no dia 24 de abril" e que antes de entrar em Macau o teste de ácido nucleico para a Covid-19 tinha dado negativo.

"A 25 de Abril, no momento da entrada no território, foi imediatamente submetido a um novo teste de ácido nucleico e teste de anticorpo para a Covid-19. O teste de ácido nucleico deu negativo e o teste aos anticorpos IgM foi positivo", lê-se na mesma nota.

Porque o teste aos anticorpos IgM foi positivo, o homem "foi reencaminhado para observação médica no Centro Clínico de Saúde Pública de Coloane pois foi considerado que este individuo tinha sido infetado com a Covid-19 e havia por isso risco de recaída", refere o documento.

O homem fez testes de ácido nucleico a 28 de abril, 2 e 9 de maio tendo dado em todos negativo. Contudo, hoje "deu fracamente positivo e foi considerado como caso de recaída assintomática".

O último caso detetado no território tinha sido no dia 7 de março, igualmente importado e assintomático.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+