Tempo
|
A+ / A-

​Nova Zelândia pondera proibir venda de tabaco a todos os nascidos pós-2004

16 abr, 2021 - 14:45 • Cristina Nascimento

Medida faz parte do plano do Governo que pretende tornar o país livre de tabaco em 2025.

A+ / A-

A Nova Zelândia pondera limitar a venda de tabaco por idades e estabelecer, desde já, a proibição a todos os nascidos depois de 2004.

A medida faz parte do plano do Governo da primeira-ministra Jacinda Ardern, que quer que o país seja livre de tabaco já em 2025.

Segundo o jornal britânico “The Guardian”, outras medidas podem passar por reduzir significativamente o nível de nicotina permitido, proibir o uso de filtros, estabelecer um preço mínimo e restringir os pontos de venda.

“Precisamos de uma nova abordagem”, disse o ministro adjunto da Saúde, acrescentando que “cerca de 4.500 neozelandeses morrem todos os anos devido ao tabaco”.

O consumo de tabaco é responsável por um em cada quatro casos de cancro naquele país que conta com quase meio milhão de fumadores.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+