Tempo
|
A+ / A-

Índia regista máximo. Mais de 12 milhões infetados com Covid-19

29 mar, 2021 - 08:46 • Redação com agências

É o terceiro país do mundo com mais infeções, atrás dos Estados Unidos e do Brasil.

A+ / A-

Veja também:


Em 24 horas, a Índia contabilizou 291 mortes e 68.020 novos casos de Covid-19. Segundo as autoridades de saúde, esta subida eleva o país para um novo máximo de infeções: mais de 12 milhões.

Este é o terceiro dia consecutivo em que o país ultrapassa as 60 mil infeções diárias, confirmando a curva ascendente da pandemia e atingindo os piores registos desde outubro do ano passado.

A Índia tinha conseguido travar a progressão da pandemia, depois de atingir o pico de infeções em meados de setembro de 2020, quando foram diagnosticados 97.894 casos num só dia, mas as infeções voltaram a aumentar no último mês.

A subida verificou-se, sobretudo, no estado de Maharashtra, responsável por mais de metade dos casos nas últimas semanas.

As autoridades estão preocupadas com a possibilidade de um novo aumento de infeções durante o festival Holi, conhecido como Festival das Cores, que assinala a chegada da primavera.

Desde o início da pandemia, a Índia contabilizou mais de 12 milhões de casos de Covid-19 (12.039.644), sendo o terceiro país do mundo com mais infeções, atrás dos Estados Unidos e do Brasil.

Com uma população de 1,3 mil milhões de habitantes, a Índia começou a campanha de vacinação em 16 de janeiro, tendo até agora vacinado mais de 60 milhões de pessoas (60.530.435), de acordo com os números atualizados diariamente pelo Ministério da Saúde indiano.

A pandemia provocou, pelo menos, 2.777.761 mortos no mundo, resultantes de mais de 126,6 milhões de casos de infeção, segundo último um balanço feito pela agência francesa AFP.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+