Tempo
|
A+ / A-

Irlanda junta-se aos países que suspenderam vacina da Astrazeneca

15 mar, 2021 - 11:40 • Lusa

Dinamarca, Noruega, Países Baixos, Islândia e Bulgária foram os outros países que suspenderam a administração desta vacina, após suspeitas de estar relacionada com a ocorrência de embolias e tromboses.

A+ / A-

Veja também:


O Governo irlandês confirmou esta segunda-feira que cerca de 30.000 pessoas não serão imunizadas esta semana com a vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca, suspendendo temporariamente a sua administração.

A medida foi confirmada, após quatro novos casos de coágulos sanguíneos terem sido detetados na Noruega.

O ministro da Saúde, Stephen Donnelly, disse estar confiante de que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) apresentará um "relatório positivo" sobre a vacina AstraZeneca esta semana, com vista a incluí-la novamente na campanha de imunização.

O dirigente irlandês garantiu ao canal público RTE que os afetados pela medida receberão uma “nova data” para serem vacinados e sublinhou que este atraso não “terá qualquer impacto” no calendário previsto.

A decisão do Governo de Dublin, acrescentou, segue a recomendação da Comissão Consultiva de Imunização Nacional (NIAC), que, por sua vez, se baseia em novos dados "fornecidos pela Agência Norueguesa de Medicamentos."

O NIAC observou que as autoridades de saúde norueguesas relataram quatro novos incidentes de coágulos sanguíneos graves em adultos após serem imunizados com a vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca.

Embora o NIAC tenha especificado que "as ligações entre a vacina covid-19 da AstraZeneca e esses casos" ainda não foram estabelecidas, recomendou a suspensão da sua administração "temporariamente" como uma medida de "precaução".

Donnelly explicou que, desde o início da campanha de imunização, já foram administradas mais de 110 mil doses da vacina da AztraZeneca, cerca de 20% do total.

Além da Irlanda, também a Dinamarca, Noruega, Países Baixos, Islândia e Bulgária optaram pela suspensão temporária da administração da vacina. Portugal, pelo contrário, decidiu manter a administração destas vacinas.

Até à última quinta-feira, as autoridades sanitárias haviam vacinado 426.819 pessoas com a primeira dose, enquanto 162.693 já receberam a segunda dose na Irlanda, que tem uma população de quase cinco milhões.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.649.334 mortos no mundo, resultantes de mais de 119,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+