Tempo
|
A+ / A-

Bill Gates: “Alterações climáticas terão efeito muito pior do que a pandemia”

15 fev, 2021 - 22:15

O milionário norte-americano, que acaba de publicar o livro “Como Evitar um Desastre Climático”, considera que o mundo tem três décadas para reduzir a zero as emissões de CO2 e, assim, travar os efeitos do aquecimento global para as gerações futuras.

A+ / A-

Os efeitos das alterações climáticas na Humanidade serão “muito piores” do que a pandemia de Covid-19 que já matou milhões de pessoas num ano. O alerta é deixado por Bill Gates, o fundador da Microsoft e filantropo, em entrevista ao jornal “El Pais”.

O milionário norte-americano, que acaba de publicar o livro “Como Evitar um Desastre Climático”, considera que o mundo tem três décadas, até 2050, para reduzir a zero as emissões de CO2 e, assim, travar os efeitos do aquecimento global para as gerações futuras.

O objetivo não é fácil de alcançar, sublinha, mas é possível, se políticos e mercados remarem para o mesmo lado, com uma ajuda dos avanços tecnológicos.

Nesta entrevista ao “El Pais”, Bill Gates mostra-se estupefacto com os negacionistas e teorias da conspiração à volta da pandemia, nomeadamente sobre as vacinas.

O fundador da Microsoft, que criou uma fundação que nos últimos anos aplicou milhões de dólares em causas humanitárias, acredita que, depois de mais de um ano confinamentos, as coisas vão começar a regressar à normalidade no verão, quando cerca de 70% da população for vacinada contra a Covid-19.

Gates, que recebeu há alguns dias a primeira dose da vacina para o o novo coronavírus, considera que a próxima pandemia terá 10% das mortes se houver uma boa gestão e forem tiradas lições.

O filantropo considera que as alterações climáticas “são mais difíceis de resolver que uma pandemia” e os efeitos serão maiores, se as emissões não caírem a pique nas próximas décadas. Mas acredita que o Homem ainda vai a tempo de salvar o futuro e de se salvar.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+