Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus

Vacina da Moderna contra a Covid-19 recebe "luz verde" nos EUA

18 dez, 2020 - 00:48 • Lusa

Nos ensaios clínicos demonstrou eficácia de 94,1% na prevenção da doença e de 100% na prevenção de casos graves.

A+ / A-

Veja também:


Uma comissão consultiva independente da autoridade norte-americana do medicamento (FDA, em inglês) recomendou a concessão de uma autorização urgente para a comercialização da vacina da Moderna contra a Covid-19.

Segundo a agência EFE, os 22 membros da comissão votaram a favor da vacina, apenas com uma abstenção.

Esta autorização para que a vacina desenvolvida pela Moderna comece a ser comercializada pode acontecer nos próximos dias.

Esta vacina está assim cada vez mais perto de se tornar a segunda a receber uma autorização urgente por parte da FDA, depois da vacina da Pfizer/BioNTech ter começado a ser administrada esta semana em vários pontos dos Estados Unidos.

A Moderna indicou que, em ensaios clínicos, a sua vacina demonstrou eficácia de 94,1% na prevenção da doença e de 100% na prevenção de casos graves.

A 15 de dezembro, a FDA tinha revelado que a vacina contra a Covid-19 produzida pela Moderna não apresentava “nenhum problema específico de segurança”.

“A FDA determinou que o fabricante forneceu informações adequadas para garantir a qualidade e consistência da vacina para autorização do produto”, explicava a agência em comunicado.

A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 1.649.927 mortos resultantes de mais de 74,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (307.512) e também com mais casos de infeção confirmados (mais de 16,9 milhões).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+