Tempo
|
A+ / A-

Cinco militantes de extrema-esquerda acusados de terrorismo em França

12 dez, 2020 - 16:10 • Lusa

Suspeitos estariam a preparar um ataque violento em França.

A+ / A-

Cinco militantes de extrema-esquerda suspeitos de preparar um ataque violento em França foram acusados na sexta-feira de associação criminal, tendo ficado em prisão preventiva, anunciou este sábado a Imprensa local.

Outras duas pessoas detidas na terça-feira na mesma operação, realizada no âmbito de uma investigação iniciada em abril, ficaram sob custódia judicial.

Os suspeitos, seis homens e uma mulher com idades entre os 30 e 36 anos, foram detidos numa operação que decorreu em simultâneo entre Toulouse, Dordoña e a região de Paris, suspeitos de terem preparado uma ação violenta que, segundo a imprensa local, tinha como alvo as forças da ordem.

Uma equipa da Direção Geral de Segurança Interna (DGSI) procedeu ao registo das habitações, onde foram encontradas armas e productos utilizados na composição de explosivos, referem fontes da cadeia BFM TV, que acrescenta que um dos detidos, Florian D., combateu pelo curdos no nordeste da Síria.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+