Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. T-shirt solidária usada pela primeira pessoa a ser vacinada na Europa esgota

09 dez, 2020 - 11:22 • Cristina Nascimento

Mais de 24 horas depois de ter sido vacinada, Margaret Keenan "está ótima", garante o hospital. A t-shirt natalícia usada durante a vacinação é vendida pela instituição de solidariedade associada à unidade onde a idosa de 90 anos está internada.

A+ / A-

Sem mãos a medir. A instituição de solidariedade do hospital onde foi vacinada a mulher de 90 anos, a primeira do programa de vacinação do Reino Unido, foi inundada com pedidos de compra da t-shirt igual à que Margaret Keenan usou na hora de receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

É uma t-shirt azul, com um pinguim debaixo de flocos de neve, com a inscrição “Merry Christmas”.

“A Margaret está internada no hospital e voluntariou-se para ser a primeira a ser vacinada. Mas como não tinha as suas roupas foi-nos pedido que comprássemos algumas. Eu sugeri que vestisse a nossa t-shirt deste ano, com um pinguim, e ela aceitou alegremente”, conta à Renascença Jo O’Sullivan, diretora do University Hospitals Coventry & Warwickshire Charity.

Jo O’Sullivan refere que compuseram o resto do visual com “uma máscara com o mesmo padrão”, que Margaret usou “quando circulava pelos corredores, com os enfermeiros por perto”.

Mais de 24 horas depois de ter recebido a vacina, Margaret “está ótima”, garante O’Sullivan. “Diz que não sentiu sequer a vacina, não a incomodou nada. Ontem passamos o dia todo a vacinar pessoas, hoje também”, acrescenta.

Quanto à t-shirt solidária, os pedidos surgem de todos os pontos do mundo.

“Somos uma pequena associação e temos tido muita procura, tivemos de encomendar mais, estão para chegar para podermos responder a todos os pedidos. Há encomendas de todo o lado, do Brasil, de Espanha, da China”, descreve, reconhecendo que “tem sido fantástico, ver o nosso pequeno pinguim a viajar por todo o lado”.

Quer uma igual? É encomendar na loja online da instituição.

A t-shirt custa quase nove euros (oito libras) e os custos de envio variam consoante o destino. Para a Europa/para Portugal, em correio registado, custa mais seis ou sete euros (cinco ou seis libras). Sem registo é um pouco menos quatro ou cinco euros (três ou quatro libras). “Seja como for, pode ter a mundialmente famosa t-shirt por uma pechincha”, anuncia O’Sullivan.

A peça está disponível em quatro tamanhos (do S ao XXL) e a máscara com o mesmo padrão do pinguim custa menos de sete euros.

O dinheiro recolhido vai para a instituição que, nesta altura do ano, usa-o “para oferecer algo a todos os doentes, adultos e crianças, internado nos vários serviços, para que tenham algum presente para abrir na manhã do dia de Natal”.

“Alguns dos nossos pacientes não têm ninguém, são idosos que ficam connosco, não tem uma lembrança, não têm família. É muito bom podermos dar-lhes uma prendinha que lhes dê gosto”, remata.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+