Tempo
|
A+ / A-

Joe Biden "canta" vitória e promete ser "Presidente de todos os americanos"

07 nov, 2020 - 16:58 • Redação

Candidato democrata "honrado" por ter sido "escolhido para liderar" os Estados Unidos.

A+ / A-

Joe Biden reclama a vitória nas eleições presidenciais nos Estados Unidos, depois de vários órgãos de comunicação social avançarem o triunfo do candidato democrata sobre Donald Trump.

“América, estou honrado por me terem escolhido para liderar o nosso grande país”, escreveu na rede social Twitter.

“O trabalho que temos pela frente é difícil, mas prometo-vos isto: Vou ser um Presidente para todos os Americanos – quer tenham votado em mim ou não”, promete Joe Biden.

“Vou manter a confiança que depositaram em mim”, conclui o candidato democrata.


As estações de televisão CNN, NBC News e o jornal "The New York Times" deram este sábado a vitória nas eleições presidenciais norte-americanas ao candidato democrata Joe Biden e a derrota ao Presidente e recandidato Donald Trump.

O anúncio acontece quatro dias depois das eleições de terça-feira, marcadas por um recorde de afluência.

Joe Biden conquistou este sábado os 20 votos da Pensilvânia no Colégio Eleitoral, ultrapassando os 270 votos necessários aceder à Casa Branca e tornar-se o 46.º Presidente dos EUA.

Com a vitória naquele "estado oscilante", que varia entre democratas e republicanos, Biden conquista 273 votos eleitorais, mais três do que os 270 necessários para chegar à Casa Branca.

Kamala Harris, que será a vice-presidente de Joe Biden, também já reagiu ao anúncio de vitória. Na rede social Twitter, a senadora diz que estas eleições são muito mais do que ela ou Biden, “é a alma da América e a nossa vontade de lutar por ela”.

“Temos muito trabalho à nossa frente. Vamos começar”, afirma Kamala Harris.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • João Lopes
    11 nov, 2020 Viseu 11:44
    Depois de se apurar os resultados, ver-se-á. Terá havido muitos votos "chapelada". É uma vergonha!

Destaques V+