A+ / A-

Trump ameaça cancelar encontro com Putin devido à tensão com a Ucrânia

28 nov, 2018 - 07:16

O encontro entre os dois presidentes está agendado para esta semana, durante a reunião do G20, que decorre na Argentina.

A+ / A-

O Presidente dos Estados Unidos disse esta terça-feira que poderia cancelar o encontro que tem agendado com o seu homólogo, Vladimir Putin, devido ao conflito marítimo da Rússia com a Ucrânia.

Numa entrevista ao jornal norte-americano "Washington Post", Donald Trump disse estar à espera de um relatório completo da sua equipa de segurança nacional sobre o ataque russo aos três navios da marinha ucraniana no passado domingo.

O líder americano disse ao jornal que o relatório “será muito determinante” e que talvez não tenha a reunião. “Não gosto da agressão. Não quero essa agressão, de todo”, disse.

A tensão entre Rússia e Ucrânia subiu de nível no domingo depois três navios ucranianos terem sido apreendidos pelas autoridades russas por alegadamente terem entrado em águas russas sem autorização. A ONU já convocou uma reunião de emergência para discutir a escalada de tensão.

Tanto a Ucrânia como o Kremlin confirmaram que foram disparados tiros e três marinheiros ficaram feridos na apreensão dos navios. Entretanto, a Rússia fechou também a passagem de embarcações pelo Estreito de Kerch, que separa o mar de Azov do mar Negro.

A reunião entre os dois Presidentes prevê que sejam discutidos temas sobre segurança como controlo de armas e questões ligadas ao Médio Oriente e à Ucrânia.

O Governo norte-americano já apelou aos países da União Europeia para darem mais assistência à Ucrânia, na sequência do escalar de tensões com a Rússia.

Alguns países europeus já alertaram para a possibilidade de novas sanções, de forma a punir o ataque aos navios ucranianos, mas ministros russos já disseram que as sanções não vão contribuir e que o incidente não deve ser usado para bloquear o Acordo de Minsk, que visa acabar com os combates no leste da Ucrânia entre as forças de Kiev e os rebeldes separatistas pró-russos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+