A+ / A-

Ucrânia convoca gabinete de guerra depois de incidente com a Rússia

25 nov, 2018 - 20:07

Conflito junto ao estreito de Kerch, no mar de Azov.

A+ / A-

O Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, convocou uma reunião do gabinete de guerra na sequência de um incidente naval este domingo entre os dois países, em que a marinha russa atingiu três navios ucranianos.

A marinha ucraniana já anunciou que no decorrer deste confronto ficaram feridos dois militares daquele país.

Este domingo, três navios militares da Ucrânia atravessaram a fronteira nacional da Rússia, entraram nas águas territoriais russas, e deslocaram-se no mar Negro em direção ao estreito de Kerch, segundo a assessoria do Serviço Federal de Segurança russo.

"Três navios da Marinha da Ucrânia, violando os artigos 19 a 21 da Convenção da Organização das Nações Unidas sobre as regras de navegação, que determinam o direito do Estado costeiro de garantir a segurança no espaço naval, atravessaram a fronteira nacional da Federação da Rússia, entraram ilegitimamente nas águas temporariamente fechadas do mar territorial da Federação da Rússia", comunicou o serviço.

Por sua vez, a Ucrânia afirmou que as duas lanchas de artilharia blindadas e um rebocador estão a navegar no porto da cidade de Odessa em direção ao porto de Mariupol.

"Os navios da guarda de fronteiras russos […] efetuaram ações abertamente agressivas contra os navios da Marinha da Ucrânia. O navio da guarda de fronteiras Don chocou com nosso rebocador. Em resultado, o motor principal do navio ficou danificado, bem como o casco e a proteção do convés, o inflável de resgate se perdeu", comunicou a assessoria da Marinha ucraniana em sua página no Facebook.

A Rússia alega ainda que esta "provocação" ucraniana é motivada pelas eleições naquele país no próximo ano, e pela necessidade de Poroshenko ganhar popularidade.

As duas partes acusam-se mutuamente de comportamento e as relações mantêm-se tensas desde 2014 quando a Rússia anexou a região da Crimeia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+