A+ / A-

Donald Tusk: "A Europa ficará unida no apoio à Ucrânia"

26 nov, 2018 - 11:50

O líder europeu avisa: "As autoridades russas devem devolver os navios e os marinheiros ucranianos e conter futuras provocações."

A+ / A-

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, repudiou as ações da Rússia, que, no domingo, atingiu navios ucranianos no mar de Azov, um pequeno mar entre a zona contestada da Crimeia e o mar Negro.

"Eu condeno o uso da força russa no mar de Azov. As autoridades russas devem devolver os navios e os marinheiros ucranianos e conter futuras provocações", disse Tusk.

O líder europeu garantiu ainda que "a Europa ficará unida no apoio à Ucrânia". As declarações surgem depois de uma chamada entre Tusk e o presidente ucraniano, Petro Poroshenko.

A tensão entre Rússia e Ucrânia subiu de nível no domingo depois três navios ucranianos terem sido apreendidos pelas autoridades russas por alegadamente terem entrado em águas russas sem autorização. A ONU já convocou uma reunião de emergência para discutir a escalada de tensão.

Tanto a Ucrânia como o Kremlin confirmaram que foram disparados tiros e três marinheiros ficaram feridos na apreensão dos navios. Entretanto, a Rússia fechou também a passagem de embarcações pelo Estreito de Kerch, que separa o mar de Azov do mar Negro.

A tensão na Crimeia já advém desde a anexação ilegal da península ucraniana - mas de maioria russa em população - em 2014. A ONU e a União Europeia continuam a não reconhecer a anexação do território.

[Em atualização]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+