Tempo
|
A+ / A-

Costa manifesta solidariedade ao homólogo sueco por atentado em Estocolmo

07 abr, 2017 - 17:28

“Estamos juntos nesta luta contra o terrorismo”, diz António Costa.

A+ / A-

O primeiro-ministro, António Costa, manifestou esta sexta-feira a solidariedade de Portugal ao homólogo sueco pelo atropelamento de muitas pessoas com um camião numa rua pedonal de Estocolmo, defendendo a união “nesta luta contra o terrorismo”.

Numa mensagem na rede social Twitter – escrita em inglês e depois em português – António Costa revelou já ter manifestado ao primeiro-ministro da Suécia a “solidariedade e apoio” português com Estocolmo.

“Estamos juntos nesta luta contra o terrorismo”, sublinhou.

O primeiro-ministro da Suécia, Stefan Löfven, adiantou que tudo aponta para que o atropelamento seja "um ataque terrorista" e adiantou que uma pessoa foi detida.

“A Suécia foi atacada. Tudo aponta para um atentado terrorista”, disse Löfven, numa breve comparência perante a imprensa.

O chefe do Governo confirmou que pelo menos duas pessoas morreram, quando um camião avançou sobre várias pessoas e foi embater na montra de uma loja numa rua pedonal da capital sueca.

A rádio sueca tinha avançado anteriormente que pelo menos três pessoas morreram.

A televisão SVT informou, por seu lado, que pelo menos cinco pessoas morreram.

Segundo os serviços de informações suecos, há “um grande número de feridos”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+