Tempo
|
A+ / A-

Fidel escreve ao "hermano" Obama. “Não precisamos que o império nos dê nada”

29 mar, 2016 - 01:22

Líder histórico da revolução cubana desconfia da conversa “melosa” do Presidente norte-americano durante a recente visita a Havana.

A+ / A-

O líder histórico da revolução Fidel Castro escreveu um artigo sobre a visita de Barack Obama, onde deixa algumas críticas ao Presidente dos Estados Unidos.

Num texto intitulado “El hermano Obama”, publicado esta segunda-feira na imprensa estatal, Fidel, de 89 anos, manifesta desconfiança do que considera serem palavras “melosas” de Obama, que defendeu o fim do bloqueio norte-americano.

Lembra as tentativas que, ao longo das últimas décadas, os Estados Unidos fizeram para enfraquecer o regime de Havana e lamenta que o Presidente norte-americano tenha ignorado os feitos alcançados pelo comunismo na ilha.

Noutra passagem do artigo dedicado à vista histórica de Barack Obama a Cuba, Fidel Castro afirma que Cuba tem capacidade para corresponder às necessidades da população. “Não precisamos que o império nos dê nada”, atira.

Fidel Castro liderou a revolução comunista que derrubou o regime de Flurencio Batista, em 1959.

Foi Presidente de Cuba até 2006, ano em que, devido a problemas de saúde, passou o poder para as mãos do irmão Raul Castro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+