Tempo
|
A+ / A-

Obama quer acordo mundial para combater alterações climáticas

01 set, 2015 - 08:15

Presidente norte-americano está no Alasca a angariar apoio para a Cimeira do Clima das Nações Unidas marcada para Dezembro, em Paris.

A+ / A-

O presidente dos Estados Unidos defendeu esta madrugada um acordo mundial para a protecção do planeta. De visita ao Alasca, Barack Obama disse ser necessário agir mais rápido na luta contra as alterações climáticas.
  
“O clima está a mudar mais rápido que os nossos esforços para enfrentar as suas alterações. Isto tem de mudar, não estamos a actuar com a rapidez necessária. Este ano em Paris [Cimeira do Clima] tem de ser o ano em que o mundo chega a acordo para proteger o único planeta que temos”, exortou o líder norte-americano.

Obama falava aos participantes de vários países numa conferência sobre o Árctico patrocinada pelo Departamento de Estado norte-americano, realizada no Alasca.

O presidente norte-americano chegou ao Alasca na segunda-feira para um périplo de três dias com o objectivo de mostrar como o degelo e a erosão costeira são um sinal de desastres futuros caso o mundo não se empenhe na acção contra as alterações climáticas.

Obama quer angariar apoio para um novo conjunto de políticas para regular as emissões de carbono das centrais energéticas antes da Cimeira do Clima das Nações Unidas marcada para Dezembro em Paris.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+