A+ / A-

CTT dá aumento de 60 euros a trabalhadores com salário até cerca de 3.000 euros

28 dez, 2023 - 23:21 • Lusa

A atualização salarial, acordada por todos os sindicatos, fixa também em 825 euros o valor mínimo de vencimento base de entrada na empresa.

A+ / A-

Os trabalhadores dos CTT - Correios de Portugal com salários base até 2.924,50 euros vão ter um aumento de 60 euros a partir de janeiro, anunciou esta quinta-feira a empresa.

Em comunicado, os CTT adiantam que a par do aumento de 60 euros, haverá ainda uma atualização das tabelas salariais de 30 euros em todos os intervalos de salários de cada categoria, bem como uma subida do subsídio de refeição para 9,35 euros.

A atualização salarial, acordada por todos os sindicatos, segundo indica o comunicado, fixa também em 825 euros o valor mínimo de vencimento base de entrada na empresa.

Esta revisão salarial, que a empresa classifica como "ambiciosa e abrangente", subjacente ao Acordo de Empresa (AE), produz efeitos a partir de 01 de janeiro de 2024, tendo resultado do processo negocial com os representantes dos trabalhadores.

Após mais um ano "desafiante", marcado pelo aumento da inflação e pela subida das taxas de juro e as consequentes dificuldades na gestão do orçamento das famílias, a comissão executiva dos CTT afirma que "tem procurado implementar medidas que contribuam para minimizar os efeitos do ambiente macroeconómico atual, aumentando o poder de compra" dos trabalhadores, enquanto "assegura a sustentabilidade futura da empresa".

Os CTT empregam 11.788 pessoas, tendo registado ganhos operacionais de 906,6 milhões de euros em 2022 e transportado 457,6 milhões de objetos de correio endereçado.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+