A+ / A-

INE revê em baixa inflação de novembro para 1,5%

14 dez, 2023 - 11:43 • Lusa

Dados são do Instituto Nacional de Estatística. O preço dos alimentos é o fator que mais contribui para a queda da inflação.

A+ / A-

A taxa de inflação homóloga baixou para 1,5% em novembro, menos 0,6 pontos percentuais do que em outubro, avançou esta quinta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Com arredondamento a uma casa decimal, a taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) hoje avançada pelo INE é inferior em 0,1 pontos percentuais ao valor da estimativa rápida divulgada em 30 de novembro.

De acordo com o instituto estatístico, "o principal contributo para esta desaceleração provém do efeito de base associado ao aumento mensal de preços registado nos produtos alimentares no último mês (0,4%) ter sido inferior ao que se verificou em novembro de 2022 (1,7%)".

O valor da inflação em Portugal é revelado no mesmo dia em que se espera que o Banco Central Europeu anuncie se mantém as taxas de juro nos níveis atuais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+