A+ / A-

Sugestão de Leitura

O que é a inflação? "O Preço do Dinheiro" responde a esta e outras perguntas

30 set, 2023 - 08:59 • Sandra Afonso

Rob Dix não é economista, mas é uma das vozes mais ouvida no Reino Unido sobre finanças e investimentos. No novo livro desconstrói o jargão económico e ensina a aumentar a poupança.

A+ / A-

O que é a inflação? Porque é que os preços estão sempre a aumentar? O que faz subir as taxas de juro? O que é uma espiral inflacionista, estagflação, défice ou dívida pública?

São termos com que nos cruzamos diariamente, quando ouvimos as notícias pela manhã, quando lemos o jornal, nas conversas no autocarro, enquanto esperamos à porta da escola pela saída dos miúdos. Influenciam diretamente as nossas vidas, mas nem todos compreendem como.

É este um dos objetivos do britânico Rob Dix, coapresentador do podcast “The Property Podcast” (com Rob Bence) e de uma coluna no The Sunday Times, ensinar como a economia e o dinheiro funcionam e como podemos virar o jogo a nosso favor.

Em “O Preço do Dinheiro – Como prosperar num mundo financeiro que é manipulado contra si” (Ideias de Ler), o autor explica de forma simples conceitos que podiam parecer complexos.

Logo no início, fala sobre o valor do dinheiro, pedaços de papel e metal, que só podem ser trocados por bens porque não vivemos isolados e em sociedade acordamos atribuir-lhes valor.

“Se não houver com quem trocar, o dinheiro não tem qualquer utilidade”, diz Rob Dix. Após uma guerra nuclear, se os únicos sobreviventes forem o multimolionário Jeff Bezos e uma tribo primitiva que usa conchas como moeda de troca, “Jeff podia mostrar-lhes montes de papéis com a imagem de Benjamin Franklin, mas isso não lhe valeria de nada”.

O autor defende ainda que o dinheiro está “estragado”, ou seja, perde valor, e explica porquê. Há ainda um capítulo dedicado à inflação e como funciona e outro sobre o poder do dinheiro.

Para as dívidas, das famílias, das empresas e dos países, Rob Dix precisou de dois capítulos, ou não fosse esta uma das grandes alterações nas últimas décadas: o consumo desenfreado assente em endividamento.

Outra face do capitalismo, é a necessidade de criação de mais dinheiro e a dependência, ou quando a sociedade se rendeu à conta bancária.

Por fim, o autor ensina a dar a volta por cima e a utilizar tudo o que aprendeu, entretanto, para “pôr o dinheiro ao seu serviço”, seguindo cinco princípios:

  • Não pense em aumentar o património com poupanças
  • Contrair dívidas de forma responsável
  • Desconfie dos investimentos de rendimento fixo
  • Investir em ativos reais (matérias-primas, imóveis, infraestruturas)
  • Investir aborrecidamente na bolsa

O Livro, que é um best-seller no Reino Unido, termina com um “guia de sobrevivência”, que inclui sete dicas para “prosperar, seja qual for o clima económico”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anónimo
    30 set, 2023 Lisboa 10:43
    Mais um daqueles livros de autoajuda. Economia é pseudociência.

Destaques V+