Tempo
|
A+ / A-

Preço dos combustíveis volta a subir. Gasóleo dispara seis cêntimos na próxima semana

15 set, 2023 - 13:08 • Diogo Camilo

Valor do gasóleo simples sobe na segunda-feira para os 1,812 euros por litro, o mais alto desde novembro do ano passado. Gasolina sobe meio cêntimo, para os 1,864 euros por litro.

A+ / A-

Os preços dos combustíveis vão voltar a dar um salto na segunda-feira, com o gasóleo e a gasolina a chegarem aos valores mais altos desde o final do ano passado.

Segundo fonte do mercado ao jornal Eco, o litro de gasóleo deverá subir de preço em seis cêntimos, enquanto a gasolina vai ficar meio cêntimo mais cara.

Assim, a partir de segunda-feira, o gasóleo simples vai passar para os 1,812 euros por litro e 1,884 euros por litro de gasolina simples 95.

Este é assim, o valor mais elevado do gasóleo simples desde 7 de novembro do ano passado e o preço mais elevado da gasolina simples 95 desde 17 de outubro de 2022.

Os preços têm já em conta os descontos aplicados pelas gasolineiras e a revisão das medidas fiscais temporárias para ajudar a mitigar o aumento dos preços dos combustíveis.

Apesar do aumento de preços, o Governo manteve os apoios aos combustíveis para agosto.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ze
    15 set, 2023 aldeia 16:36
    Até ao fim do ano iremos assisrtir á falência de muitas empresas,a continuar estes aumentos, o governo vai-se candidatar ao lugar dos mais ricos,em impostos.
  • Americo
    15 set, 2023 Leiria 14:57
    Boa tarde. Mais uns milhões de impostos que o governo nos furta.

Destaques V+