Tempo
|
A+ / A-

BCE. Analistas prevêem nova subida das taxas de juro

27 jul, 2023 - 08:05 • Lusa

O Banco Central Europeu deverá subir novamente as principais taxas de juro em 25 pontos base, perante uma inflação considerada ainda elevada.

A+ / A-

Um ano depois de iniciar o ciclo de aumento de juros mais rápido da história, os analistas esperam que, após a reunião do conselho de governadores, a presidente do BCE, Christine Lagarde, anuncie um aumento de 25 pontos base nas taxas de referência.

A responsável do BCE anunciou, em junho, que um novo aumento das taxas de juro seria "muito provável" na reunião deste mês.

Em junho, a taxa de juro das principais operações de refinanciamento subiu para 4%, a taxa de facilidade de depósito passou para 3,50% e a taxa de juro aplicável à facilidade permanente de cedência de liquidez aumentou para 4,25%. O conselho do banco central aprovou "por um consenso muito amplo" a subida das taxas de juro em 25 pontos base, na reunião de política monetária realizada em junho.

O BCE também aprovou "por um consenso muito amplo" o fim dos reinvestimentos dos títulos adquiridos ao abrigo do programa de compra de ativos APP (Asset Purchase Programme) a partir de julho, mas também houve quem defendesse que a decisão devia ser adiada para se analisar os efeitos na liquidez dos bancos da devolução antecipada em junho dos empréstimos de longo prazo.

O BCE observoa que os acordos salariais em alguns países da zona do euro adicionam riscos de subida da inflação.

Por outro lado, novas tensões nos mercados financeiros podem reduzir a inflação mais rapidamente do que o projetado.

A inflação na zona euro desacelerou em junho, fixando-se numa taxa 5,5% em termos homólogos em junho face aos 6,1% em maio. A inflação subjacente registou uma taxa de 5,5%, em comparação com 5,3% em maio.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+