Tempo
|
A+ / A-

Desemprego. Número de inscritos cai 6% em abril

22 mai, 2023 - 13:49 • Lusa

Número de jovens desempregados inscritos no IEFP volta a baixar em abril.

A+ / A-

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego caiu, em abril, 6% em termos homólogos, tendo-se reduzido 3,5% face ao mês anterior, anunciou o Governo esta segunda-feira.

Em comunicado, o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social adiantou que o desemprego registado em abril (295.422 pessoas) diminuiu, “com uma redução de -3,5% (-10.735 pessoas) relativamente ao mês anterior e -6,0% abaixo do nível observado em abril de 2022 (-19.013 pessoas)”.

Paralelamente, o número de jovens desempregados inscritos no IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional voltou também a baixar, “sendo o mais reduzido de sempre (31.872 pessoas), nos meses de abril, com uma diminuição em cadeia de 6,9% (-2.360 jovens), e uma diminuição de 1,7% (-561 jovens) face ao mês homólogo”, referiu a tutela.

Quanto ao desemprego de longa duração, registou “uma diminuição em cadeia de 0,7% (-798 pessoas), situando-se 24,4% abaixo do nível registado em abril de 2022 (-37.764 pessoas)”, disse o Governo.

Assim, entre março e abril deste ano, “o desemprego registado diminuiu em cadeia em todas as regiões, com destaque para a redução de 21,8% na região do Algarve”.

Por fim, indicou a tutela, “a nível setorial, registaram-se descidas em cadeia em todos os setores de atividade económica”, nomeadamente no agrícola (-9,0%), secundário (-1,6%) e terciário (-3,5%)”.

Em termos homólogos, registaram-se descidas também em todos os setores, com o agrícola a cair 1,7%, o secundário 3,9% e o terciário 5,0%, concluiu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+