Tempo
|
A+ / A-

Preços dos combustíveis voltam a descer na próxima semana

25 nov, 2022 - 11:26 • Olímpia Mairos

Previsões apontam para uma descida de cinco cêntimos por litro de gasóleo, enquanto na gasolina deverá ser de 4,5 cêntimos por litro.

A+ / A-

A próxima semana deve trazer boas notícias para quem precisar de abastecer o automóvel. Os preços dos combustíveis vão descer, com as previsões a apontarem para uma descida de cinco cêntimos por litro de gasóleo enquanto a gasolina deverá descer 4,5 cêntimos por litro.

É uma reação à descida da matéria-prima nos mercados internacionais devido aos receios de uma recessão económica global.

A contribuir para esta descida encontra-se ainda a valorização do Euro face ao Dólar.

A confirmarem-se estas descida, e tendo por base os preços médios praticados na quinta-feira, o preço médio da gasolina a partir de segunda-feira deverá ser de 1,65 euros por litro e o do gasóleo 1,64 cêntimos por litro. Encher um depósito com 60 litros de gasolina vai custar menos 2,7 euros e atestar um tanque de gasóleo também vai ficar 3 euros mais barato.

Apesar das descidas previstas convém confirmar o preço nas bombas uma vez que ele depende de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.

Mesmo dentro da mesma rede de abastecimento, os preços podem ser muito diferentes de localização para localização.

De acordo com os dados da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), o preço médio do litro do gasóleo simples em Portugal custa atualmente 1,691 euros por litro, enquanto o da gasolina simples 95 vale 1,694 euros. Já o mais recente boletim sobre combustíveis da Comissão Europeia indica que Portugal tem a 13ª gasolina 95 mais cara dos 27 países da União Europeia já o gasóleo mantém-se na 22ª posição do ranking europeu.

Segundo dados europeus, o preço do gasóleo como da gasolina 95 em Portugal estão abaixo da média europeia, estabelecida em 1,851 e 1,729, respetivamente.

A influenciar o preço dos combustíveis está o conjunto de medidas extraordinárias de redução fiscal aplicadas pelo Governo. Entre estas contam-se a redução do ISP (equivalente a uma redução do IVA de 23% e 13%), a devolução do adicional do IVA e a suspensão da taxa de carbono.

Tudo isto traduz-se numa diminuição da carga fiscal de 32,1 cêntimos por litro no gasóleo e de 27,6 cêntimos por litro na gasolina.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+