Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

INE indica aumento do custo do trabalho, indústria e construção mais afetadas

12 ago, 2022 - 16:14 • Sandra Afonso

O aumento é justificado com mais salários e menos horas trabalhadas.

A+ / A-

O Instituto Nacional de Estatística (INE) revelou esta sexta-feira que o Índice de Custo do Trabalho (ICT) disparou 5,7% no segundo trimestre deste ano, face a igual período de 2021.

O aumento é justificado com mais salários e menos horas trabalhadas. O custo médio por trabalhador subiu 4%, enquanto o número de horas trabalhadas, por funcionário, caiu 1,5%.

Os patrões estão a pagar mais sobretudo na construção e nos serviços, onde o aumento ultrapassou os 5%; o menor registou-se na administração pública, onde não foi além de 2,4%.

Por hora trabalhada, os custos salariais chegaram a aumentar 7,4% na indústria e 7,1% na construção.

No entanto, os trabalhadores estão a dar menos horas à casa. À exceção da construção, no segundo trimestre de 2021 foram trabalhadas mais horas do que este ano, em todos os setores. Esta alteração fez aumentar o custo do trabalho.

O INE justifica esta alteração com a "reabertura, total ou parcial, das empresas que estiveram encerradas por determinação legislativa ou devido à redução do período normal de trabalho em função da diminuição na faturação".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+