Tempo
|
A+ / A-

Taxa de inflação ultrapassa 7% em março na Zona Euro e UE

21 abr, 2022 - 11:25 • Lusa

Entre os Estados-membros, a taxa de inflação mais baixa está em Malta (4,5%), e a mais alta na Lituânia (15,6%). Portugal regista 5,5%.

A+ / A-

A taxa de inflação homóloga ultrapassou a barreira dos 7% tanto na zona euro quanto na União Europeia (UE) em março e só em Malta se fixou abaixo dos 5%, segundo o Eurostat.

De acordo com o gabinete estatístico da UE, em março, a taxa de inflação homóloga foi de 7,4% na zona euro – ligeiramente abaixo dos 7,5% previstos na estimativa rápida de dia 1 -, face aos 5,9% de fevereiro e aos 1,3% do mesmo mês de 2021.

Na UE, a taxa de inflação chegou aos 7,8%, contra 6,2% de fevereiro e 1,7% de março de 2021.

Entre os Estados-membros, as taxas de inflação mais baixas foram observadas em Malta (4,5%), França (5,1%) e Portugal (5,5%) e as mais altas na Lituânia (15,6%), na Estónia (14,8%) e na República Checa (11,9%).

Considerando os componentes do indicador, as maiores contribuições para a taxa de inflação em março provêm do setor da energia (4,36 pontos percentuais, pp), seguindo-se o dos serviços (1,12 pp), da alimentação, álcool e tabaco (1,07 pp) e dos bens industriais não energéticos (0,99 pp).

A taxa de inflação na zona euro e UE tem vindo a acelerar desde junho de 2021, puxada pela subida dos preços dos combustíveis, e a atingir valores recorde desde novembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+