Tempo
|
A+ / A-

Bolsa de Lisboa em alta com EDP Renováveis e EDP a liderarem ganhos

13 set, 2021 - 09:44 • Lusa

Pela Europa, a semana também começa com ganhos.

A+ / A-

A bolsa de Lisboa está esta manhã em alta, mantendo a tendência da abertura, com a EDP Renováveis e a EDP a subirem 3,19% para 22,64 euros e 2,42% para 4,78 euros, respetivamente.

O principal índice da bolsa, o PSI20, avança 1,28% para 5.374,58 pontos, 15 "papéis" a subirem, dois a descerem um a manter a cotação (Ibersol em 5,80 euros).

Os títulos da Ramada Investimentos, Galp e BCP também valorizam, com uma subida de 2,07% para 5,92 euros, 1,36% para 8,32 euros e 1,35% para 0,13 euros.

As ações dos CTT e NOS também se valorizam, designadamente 1,08% para 4,67 euros e 0,88% para 3,43 euros.

Em sentido contrário, a Novabase e a Pharol recuam 0,41% para 4,88 euros e 0,10% para 0,10 euros, respetivamente.

Na Europa, as principais bolsas estavam hoje a negociar em alta numa sessão calma, depois do mercado de Wall Street ter terminado em baixa na sexta-feira.

A bolsa de Nova Iorque terminou com o Dow Jones a cair 0,78% para 34.607,72 pontos, contra o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 35.625,40 pontos, verificado em 16 de agosto.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a desvalorizar-se 0,87% para 15.115,49 pontos, contra o atual máximo de 15.374,33 pontos registado em 07 de setembro.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1782 dólares, contra 1,1814 dólares na sexta-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em novembro abriu em alta no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 73,31 dólares, contra 72,92 dólares na sexta-feira e o atual máximo desde pelo menos o início de 2018, de 77,16 dólares, verificado em 05 de julho.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+