Tempo
|
Autárquicas 2021
36,51%
134Câmaras
15,05%
68Câmaras
11,85%
25Câmaras
7,57%
17Câmaras
5,64%
17Câmaras
3,88%
0Câmaras
2,3%
0Câmaras
1,71%
5Câmaras
0,91%
0Câmaras
10,43%
9Câmaras
  • Freguesias apuradas: 2981 de 3092
  • Abstenção: 44,69%
  • Votos Nulos: 1,62%
  • Votos em Branco: 2,52%

A+ / A-

TAP com prejuízos de 365,1 milhões no primeiro trimestre

31 mai, 2021 - 09:27

Período foi marcado por um novo confinamento e mais restrições, deixando muitos dos aviões em terra.

A+ / A-

A TAP teve prejuízos que ultrapassaram os 365 milhões de euros nos primeiros três meses do ano - período marcado por um novo confinamento e menos voos.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a companhia aérea explica que quase 110 milhões de prejuízos estão relacionados com a desvalorização do euro face ao dólar.

“O resultado líquido foi negativo em 365,1 milhões, dos quais 109,8 milhões dizem respeito a diferenças de câmbio líquidas”, refere a empresa. “A maior parte deste efeito esteve relacionada com a depreciação do euro face ao dólar”, explica a companhia aérea.

“Os resultados do primeiro trimestre foram significativamente afetados pelo impacto da Covid-19, com a capacidade e os rendimentos operacionais a caírem 81% e 74% em termos homólogos, respetivamente”, diz a TAP.

Quanto às receitas, caíram 74%, em termos homólogos, para 150 milhões de euros.

Segundo a mesma nota, a companhia reduziu os custos com pessoal. “Diminuíram cerca de 30% em termos homólogos, e é esperado que o impacto total das medidas voluntárias seja superior nos próximos trimestres.”

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+