Tempo
|
A+ / A-

Estado Islâmico reivindica atentado em Manchester. Detido um suspeito

23 mai, 2017 - 14:10

O Estado Islâmico não dá qualquer prova do seu envolvimento no ataque. A polícia prendeu um suspeito, um homem de 23 anos.

A+ / A-
"Não queríamos acreditar no que estava a acontecer". Jovens descrevem ataque em Manchester
"Não queríamos acreditar no que estava a acontecer". Jovens descrevem ataque em Manchester

Veja também:


O autoproclamado Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado desta segunda-feira na Manchester Arena, em Inglaterra, avança a agência Reuters que cita um comunicado do grupo terrorista.

Um homem de 23 anos, suspeito de estar envolvido no ataque, foi detido esta terça-feira.

A reivindicação foi feita através dos canais do Estado Islâmico na aplicação de conversação Telegram, avança a BBC. O grupo terrorista reivindica com frequência a autoria de atentados.

"Um dos soldados do Califado conseguiu colocar um engenho explosivo no seio de uma reunião de Cruzados na cidade de Manchester", diz o texto.

A CNN nota que o comunicado do grupo terrorista não menciona o nome do atacante, nem inclui uma foto ou outro elemento que prove a autoria do ataque.

A Associated Press diz que os serviços de informação dos Estados Unidos não têm a certeza sobre se o Estado Islâmico é, de facto, o autor do ataque.

A polícia metropolitana de Manchester, em Inglaterra, anunciou esta terça-feira que deteve um homem de 23 anos, no Sul de Manchester, com alegadas ligações ao atentado desta segunda-feira. A identidade do suspeito não foi divulgada.

Foi ainda detida uma segunda pessoa, no centro comercial Arndale, que a polícia não acredita ter ligações ao ataque. O Arndale foi evacuado esta terça-feira, mas reabriu depois dessa detenção.

"Ataque cruel"

O atentado de segunda-feira à noite, levado a cabo com um engenho explosivo improvisado, fez pelo menos 22 mortos e 59 feridos na Manchester Arena, no Norte de Inglaterra, no final de um concerto da cantora Ariana Grande.

A primeira-ministra, Theresa May, condenou o "ataque cruel”, perpetrado contra “crianças e jovens indefesos e inocentes”, fruto de uma “cobardia doentia”.

"Um único terrorista detonou um engenho explosivo improvisado junto de uma das saídas da Arena de Manchester [...] coincidindo com a conclusão de um concerto pop a que assistiram muitas famílias jovens e grupos de crianças", disse May numa declaração formal em Londres.

Não há, até ao momento, registo de portugueses entre as vítimas.

De portas abertas

Tal como aconteceu nos atentados de Paris, em 2015, muitos habitantes de Manchester abriram as suas portas para acolher quem se quisesse refugiar.

Através do "hashtag" #roomformanchester, os residentes mais próximos da Arena manifestavam a sua disponibilidade para albergar quem precisasse.

Ariana Grande “destroçada”

Várias figuras políticas britânicas reagiram nas redes sociais à explosão na Arena de Manchester, classificando o incidente da última noite à saída de um concerto, como um "ataque horrível" e manifestando condolências às vítimas.

O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, enviou condolências às vítimas através do Twitter, referindo-se a um terrível incidente.

O líder dos liberais democráticos britânicos, Tim Farron, também reagiu aos acontecimentos na Arena de Manchester, considerando-os "um ataque chocante e horrível dirigido contra crianças e jovens que estavam apenas a gozar um concerto".

A artista Ariana Grande, que deu o espectáculo, escreveu no Twitter estar “destroçada” e “sem palavras”.

O recinto estaria praticamente cheio com perto de 20 mil pessoas.

[Notícia corrigida às 16h13. Foi detida apenas uma pessoa - e não três]

Reino Unido reage a "ataque contra os mais vulneráveis"
Reino Unido reage a "ataque contra os mais vulneráveis"
"Não queríamos acreditar no que estava a acontecer". Jovens descrevem ataque em Manchester
"Não queríamos acreditar no que estava a acontecer". Jovens descrevem ataque em Manchester
Este "ataque bárbaro" não vai "semear o medo"
Este "ataque bárbaro" não vai "semear o medo"
Manchester. Trump diz que terroristas são "falhados maléficos", Merkel fala em aproveitamento "inconcebível"
Manchester. Trump diz que terroristas são "falhados maléficos", Merkel fala em aproveitamento "inconcebível"
"Explosão" faz vários mortos e feridos durante concerto em Manchester
Vários mortos e feridos durante concerto em Manchester
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Eborense
    24 mai, 2017 Évora 10:48
    Ó Sarrafo. Não, o meu pai não foi caixeiro viajante, nem percebo o que queres dizer com isso. Provavelmente, nada!
  • Sarrafo
    24 mai, 2017 Venda da porca 01:03
    Ó Eborense, se o teu pai foi caixeiro viajante, o teu remédio é aceita-los como irmãos, nem que venham d burka e em cima de camelos.
  • Eborense
    23 mai, 2017 Évora 17:00
    Todos os muçulmanos são fundamentalistas religiosos e o fundamentalismo seja do que for, é muito mau. Se são todos terroristas, claro que não. Se os quero como irmãos, também não.
  • Bernardo
    23 mai, 2017 Lisboa 16:31
    A policia prendeu um suspeito ! NO MEIO DISTO TUDO, algo me causa confusão. Li não sei aonde que as explosões foram efectuadas por BOMBISTAS SUICIDAS . Se foram por BOMB. SUICIDAS, devem ter sido feitos em migalhas, não é verdade? DIZIA-SE QUE NO TEMPO DA PIDE, que esta até fazia confessar coisas às ESTÁTUAS ! Trabalhei numa instituição do Estado e sempre que havia uma mer da, lá tinha que se arranjar um desgraçado para gramar com as culpas, mas até por acaso em hospitais psiquiátricos, lá se colocava um doente a fazer algum serviço numa secção, para que todas as mer das fossem atribuídas a ele e assim se salvava os bons profissionais !!!!!!!!!!!!!!! HÁ AQUI UMA ALMA A APELAR AOS LIDERES MUNDIAIS, como se eles não fossem os verdadeiros terroristas!
  • Manuel
    23 mai, 2017 VNF 16:03
    Este pessoal terrorista são normalmente imigrantes islâmicos de 2ª geração que não se conseguem integrar no nosso modo de vida ocidental ! Ora, a grande maioria está integrada, mas uma pequena facção não ! Se esta politica de integração não tem resultado, a Europa que comece a ter mão pesada ao mínimo indicio de radicalismo religioso e mandar esses imãs radicais embora, pois esses são os principais instigadores de ódio que esse pessoal tem por nós ocidentais .
  • Manel
    23 mai, 2017 abrantes 15:49
    Leio aqui comentários para todos os gostos e cada um come do que gosta. Contudo, fico a pensar: Se entre o povo europeu, ou dos seus estados, ou mesmo entre a vizinhança onde vivemos há inveja, raiva, muito ódio e todos os dias vemos atos criminosos entre vizinhos e por dá cá aquela palha, eu pergunto: QUE PODEREMOS ESPERAR DAQUELES QUE NÃO SÃO DA NOSSA RAÇA ! BEM: Em todas as raças há gente boa e má, razão pelo que atrás eu disse que temos no meio da nossa vizinhança gente boa e má. Mas com estes, nós ainda vamos andando ou controlando, pois ainda não são assim tantos, para que o não possamos ir fazendo. ACREDITO QUE NO MEIO DE TANTOS MILHARES QUE TÊM ENTRADO NESTA EUROPA, SOBRETUDO CRIANÇAS, vem muito inocente, mas também não virão muitos criminosos ? MAS PORQUE ACONTECE ESTA EMIGRAÇÃO ? Um comentário aqui do sr. GURU, fala-nos dos 69 milhões de material fornecido pelo sr. TRUMP à A.Saudita . Mas não vá pensar o Sr. GURU que é só o Sr. TRUMP a vender material, há mais. Fala-se muito na 3ª. Guerra Mundial, o que não acredito, pois uma 3ª. Guerra M. não daria tanto lucro aos vendedores de material bélico, assim vende-se mais. QUANTO AOS PROVAVEIS TERRORISTAS JÁ PRESOS, creio que mal empregado comer que lhes estão a dar e o tempo perdido com tal gente, se que é gente.
  • 23 mai, 2017 15:39
    Os líderes mundiais que se deixem de conferências de imprensa e iniciam imediatamente ataques e repatriamento destes assassinos para a sua terra. Sejam homens, mulheres, crianças, idosos, animais de estimação, TUDO. Já basta de terror.
  • Francisco Torres
    23 mai, 2017 Viana do Castelo 15:38
    Agora vem a do tolinho, do mau muçulmano, o cortejo de políticos a depositar flores, cerimonias religiosas, e vem um sem fim de declarações de políticos que o islão é uma religião tolerante e de paz!!!!....Os mídia vão branquear e relegar mais este acto hediondo dos muçulmanos contra inocentes!!!!...Para quando assumimos que os muçulmanos estão em guerra contra todos os não muçulmanos, é que na sua doutrina de guerra santa, até à destruição e morte do último infiel!!!!....Os nossos políticos estão corrompidos pelos petrodólares, impera, necessária e urge uma revolução total, para a exemplo da segunda grande guerra expurgar todos os muçulmanos e os eurostalinistas do poder!!!!
  • Bruno Vale
    23 mai, 2017 Torres Vedras 15:30
    Quantos atentados já houve e quantos mais ainda haverão para que realmente se possa fazer algo para resolver isto, é preciso mais acção, ou haverá mais alguma coisa por trás disto.
  • Ora certamente!
    23 mai, 2017 rqtparta 15:27
    Então o idiota do "eu" em vez de vir para aqui mostrar-se solidário com as vitimas, vem para aqui mostrar-se solidário com os muçulmanos. Quer dizer são eles a matar dezenas e centenas, como agora até mataram crianças, e vem esta mda para aqui falar que os muçulmanos são nossos irmãos e todos boas pessoas. Como é que se pode compreender tamanha estupidez?!

Destaques V+