Tempo
|
A+ / A-

Marcelo. Açores, "grande terra com grande gente"

21 mai, 2017 - 16:55

É a primeira deslocação deste Presidente ao arquipélago.

A+ / A-

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, referiu-se aos Açores como "grande terra com grande gente" em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, naquela que é a sua primeira deslocação aos Açores enquanto chefe de Estado.

Após plantar uma árvore no Jardim Botânico José do Canto, o que já tinham feito os antigos chefes de Estado Mário Soares e Jorge Sampaio, Marcelo Rebelo de Sousa realçou o simbolismo deste acto, o primeiro, "acabado de chegar a esta grande terra com grande gente, antes mesmo desse outro momento espiritual que projecta essa terra e essa gente em todo o mundo".

O Presidente da República referia-se às festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, em cuja procissão participa esta tarde.

"Quer isso dizer que são os valores a realidade mais determinante na vida das sociedades e que esses valores se exprimem tão depressa na fé, como na preservação do património cultual, no sentido mais amplo do termo, porque a História se faz de cultura, as comunidades se fazem de cultura", declarou.

Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que "para Portugal nada [é] de mais prestigiante do que ver os Açores afirmar-se em termos culturais em toda a sua pujança, internamente e externamente".

"Este pequeno gesto, selado num dia maravilhoso em que nem o sol deixou de nos acompanhar, significa o reatar de uma tradição presencial e louvar, homenagear, uma linhagem familiar que é mais do que familiar, é comunitária, ao serviço dos Açores e, por isso, também, ao serviço de Portugal", acrescentou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • mendes
    01 jun, 2017 braga 12:28
    pedro cabral a igreja e nos catolicos nao temos culpa dos oportunistas se aproveitarem da nossa crenca por isso te dou razao e ate pergunto o que fazia o costa em fatima se ele nem acredita isso e a grande prova do oportunismo desta corja politica que nos governa
  • Pedro Cabral
    21 mai, 2017 Portugal 18:05
    Pedro Cabral há 14 dias Costa, César e Marcelo possuem uma sociedade (politico-religiosa) comandita! César ensinou a Costa e Marcelo que a igreja católica rende muitos votos!? Na próxima procissão do Senhor Santo Cristo, que vai decorrer este mês de Maio, lá vão estar os três tarolas da comandita!!!!!!Vergonha na cara é coisa que não existe nestas criaturas que o povo atura mas não respeita! Mais uma vez a igreja católica portuguesa fica muito mal na fotografia!

Destaques V+