|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Vaticano reafirma orientações contra eutanásia em documento para agentes pastorais

06 fev, 2017 - 16:56 • Ecclesia

A “Nova Carta dos Agentes de Saúde’, apresentada em conferência de imprensa, apresenta uma secção dedicada ao tema “morrer”, abordando a atitude diante do doente em fase terminal.

A+ / A-

O Vaticano reafirmou esta segunda-feira as suas orientações contra a eutanásia, num documento para agentes pastorais divulgado por ocasião do Dia Mundial do Doente, que se assinala a 11 de Fevereiro.

A “Nova Carta dos Agentes de Saúde’, apresentada em conferência de imprensa, apresenta uma secção dedicada ao tema “morrer”, abordando a atitude diante do doente em fase terminal.

O texto aborda o tema da alimentação e hidratação artificial, consideradas como “cuidados básicos devidos” aos doentes, bem como a da sedação paliativa nas fases mais próximas da morte, que a doutrina católica aceita, “segundo os correctos protocolos éticos”.

O novo documento rejeita práticas como o diagnóstico genético pré-implantação, aborto ou experiências com menores ou adultos incapazes de decidir sobre as mesmas.

A celebração internacional do Dia Mundial do Doente vai acontecer este ano no santuário francês de Lourdes, sob a presidência do cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, como enviado especial do Papa Francisco.

Na mensagem que enviou ao legado pontifício, em latim, o Papa apelou ao cuidado integral da pessoa, “alma, mente e corpo”.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • tuga
    06 fev, 2017 lisboa 17:26
    E a pedofilia não será uma eutanásia permanente para uma criança?? apregoam uma coisa e fazem outra igual ou pior!!!!