Tempo
|
A+ / A-

Costa dá parabéns à PT por wifi na Web Summit. "Ainda por cima tiveram sorte com o azar dos outros"

09 nov, 2016 - 19:50 • Paulo Ribeiro Pinto , com Lusa e Redacção

Primeiro-ministro fez visita surpresa à Web Summit. Diz que Lisboa passou no teste da "infraestrutura tecnológica" e desvalorizou os problemas nos transportes.

A+ / A-

António Costa deu os parabéns à PT pelo funcionamento das redes sem fios na Web Summit. Numa visita surpresa à cimeira que decorre em Lisboa esta semana, o primeiro-ministro conversou com elementos da empresa de telecomunicações sobre a resolução da polémica falha de acesso à rede wifi na cerimónia de abertura, em que Costa também esteve presente.

"A engenharia portuguesa resolveu", comentaram os elementos da PT, que destacaram o esforço dos mais de 400 elementos envolvidos na operação. "Ainda bem", disse o primeiro-ministro, sem resistir a comentar: "Ainda por cima tiveram sorte com o azar dos outros. Hã?".

Não obstante a percepção de António Costa, o sinal de rede "wireless" da organização esteve instável durante o segundo dia de Web Summit, motivando alguns protestos por parte dos jornalistas que estão a cobrir a cimeira.

"Brownies", "selfies" e o "pitch" dos empreendedores

Durante a visita, esta tarde, o primeiro-ministro visitou vários stands, comeu "brownies" e bebeu café distribuído por um robô autónomo de uma marca nacional.

Acompanhado pelo ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e pelo secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, António Costa foi aliciado por algumas tecnológicas, ficou com cartões de visita, mas não prometeu nada.

“Isto é muito entusiasmante”, comentou uma jovem empreendedora ao deparar-se com António Costa e a sua comitiva.

O ânimo parecia alargar-se à restante comunidade empreendedora – essencialmente estrangeira –, tendo em conta as dezenas de "selfies" que os empresários pediram ao primeiro-ministro, ora empunhando ‘smartphones’ ora sacando de máquinas fotográficas.

António Costa assentiu aos pedidos e posou com os jovens empreendedores, que aproveitaram também para promover os seus negócios através de provas e demonstrações.

Num regresso às origens, o chefe de Governo fez questão de passar pelo "stand" da Câmara de Lisboa, que liderou durante quase oito anos. Ali, experimentou óculos de realidade virtual que permitiam ver como vai ficar o antigo edifício da Manutenção Militar após a sua transformação num pólo criativo e empreendedor. “Boa, grande vista”, comentou.

Lisboa passa no teste. Costa desvaloriza problemas nos transportes

Num registo mais sério, defendeu, em declarações aos jornalistas, que a cidade de Lisboa está a passar no teste de receber um evento com a dimensão da Web Summit, naquilo que “era essencial, a infraestrutura tecnológica”.

Desvalorizando as dificuldades sentidas nos transportes públicos, revelados pela Renascença no arranque da cimeira, e as dificuldades verificadas nos acessos rodoviários ao Parque das Nações nos últimos dias, António Costa recorreu à mesma comparação que o ministro do Ambiente já tinha feito no Parlamento. “Quando há um jogo de futebol e há 70 mil pessoas a deslocarem-se, obviamente, há sempre problema”.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.