Tempo
|
A+ / A-

Governo português nem quer acreditar que Bruxelas tenha feito acordo secreto com França

03 nov, 2016 - 14:53

Presidente francês admite que desde 2012 que há um acordo para mascarar as contas, o que significa que a França tem apresentado previsões do défice intencionalmente falsas e com a aprovação das autoridades europeias.

A+ / A-

O Governo português nem quer acreditar que a Comissão Europeia tenha feito um acordo secreto com a França para não cumprir o défice.

Numa primeira reacção à notícia divulgada em Paris, a secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Margarida Marques, diz que Portugal não aceita este cenário.

É muito importante ficar claro que as regras são iguais para todos. Nós não compreendemos, não aceitamos, não consideramos como verosímil que a Comissão Europeia tenha feito um acordo com o Governo francês que não respeite as regas do Pacto de Estabilidade e Crescimento e do tratado orçamental”, declarou a governante à Renascença.

A notícia foi conhecida ao ser publicado em Paris o livro com 61 entrevistas feitas a François Hollande. Numa dessas conversas, o Presidente francês admite que desde 2012 que há um acordo para mascarar as contas, o que significa que a França tem apresentado previsões do défice intencionalmente falsas e com a aprovação das autoridades europeias.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Carmo Ferro
    04 nov, 2016 Lisboa 23:02
    Então o mon ami holande não era quem ía pôr a União Europeia na ordem.Que ia defender os Países do sul dos do Norte e ía meter a Merkel na linha.Tal como costa, só mentiras.E costa dizia que dizia que seu ami holand ia transformar a comissão europeia numa pessoa de bem. Tal costa,tal holand. Os partidos socialistas são assim.Só chefes que são a negação da politica. Pa
  • António Lopes
    04 nov, 2016 Lisboa 22:39
    Mas o "português" Durão Barroso não era presidente da Comissão Europeia?
  • de mal a pior!
    04 nov, 2016 Santarém 21:44
    Então o governo português não está a acreditar na honestidade do camarada Hollande? Talvez o Sócrates que esteve em Paris tivesse dado umas lições de como fugir ás contas certas ao camarada Hollande.
  • Francisco carreiro
    04 nov, 2016 EUA ,massassuchets 19:39
    VERGONHA ,JÁ É TEMPO ,DE CADA PAÍS CUIDAR DE SI ,EUROPA DESUNIDA !!!
  • fanã
    04 nov, 2016 aveiro 18:50
    Sabendo destes factos, porque não são processados e levados ao tribunal Europeu os autores desta vigarice ?????
  • Gomes
    04 nov, 2016 Genebra 17:43
    Está na hora de Portugal fazer um referendo se quer ao não continuar a ser chulado por um bando de mafiosos que governam a UE
  • Miguel
    04 nov, 2016 lisboa 14:41
    Depois queixam-se que há brexits...
  • Manuel Freitas
    04 nov, 2016 Baguim do Monte-Gondomar 12:07
    A ser verdade o constante da notícia acima referida, é apenas e só a confirmação, de que nem só em Portugal e´que há corrupção e burlões , também os há na UE, que ao fazer esse acordo, não mais nem menos que uma autentica burla a todos os outros países, mas também demonstra que afinal temos lá senhores que já deviam saber disso, dá a entender que não estão lá a fazer nada a não ser ganhar um bom ordenado e uma boa reforma antecipada, que também não deixa de ser uma burla ao povo, já que este não tem as mesmas condições. Manuel Freitas
  • José Mateus
    04 nov, 2016 Estugarda 08:12
    Esta notícia a ser verdade é muito grave, como pode esses filhos da mãe pedir contas a Portugal quando eles são os infractores. Tudo gosa com Portugal, que vergonha
  • Portugal
    03 nov, 2016 Portugal 23:47
    O Presidente francês e o seu Governo que são socialistas, têm um acordo para mascarar as contas públicas. Tudo não passa de mera coincidência. Não existe nada de suspeito.

Destaques V+