Tempo
|
A+ / A-

Explosão em Manhattan faz 29 feridos

18 set, 2016 - 02:11

"Mayor" de Nova Iorque diz não haver indícios de terrorismo, mas acrescenta que se tratou de um "acto intencional". Polícia pede aos cidadãos que denunciem todos os actos suspeitos que tenham testemunhado nas últimas horas.

A+ / A-
Nova Iorque. Câmara de videovigilância mostra o momento da explosão
Nova Iorque. Câmara de videovigilância mostra o momento da explosão

Pelo menos 29 pessoas ficaram feridas, uma delas em estado mais grave, na explosão que, este domingo de madrugada (noite de sábado em Nova Iorque) abalouo bairro de Chelsea, em Manhattan. A bomba explodiu por volta das 8h30 (1h30 de domingo em Lisboa), na Rua West 23, entre a 6ª e a 7ª avenida.

Mais tarde, foi encontrado e desactivado um segundo engenho explosivo, de fabrico artesanal, na rua 27, também entre a 6ª e 7ª avenida.

O trânsito foi fechado entre as ruas 14ª e a 32ª e entre as 5ª e 8ª avenidas. Não há notícia de vítimas mortais.

A origem dos engenhos explosivos é desconhecida, mas o encontrado na rua 27 terá sido feito a partir de uma panela de pressão, sendo muito semelhante ao utilizado na maratona de Boston, em 2013.

Entretanto, a polícia encontrou um terceiro engenho suspeito num outro local.

Numa conferência de imprensa, o presidente da Câmara de Nova Iorque, Bill de Blasio, considera que a explosão "foi um incidente sério", mas "sem ligações terroristas".

Apesar de confirmar que “não há ameaças específicas a Nova Iorque”, o autarca adianta que este “foi um acto intencional” e não causado por fuga de gás, e que o local da explosão está a ser considerada "a cena de um crime".

Já o comissário James O Neill adianta que “as causas da explosão não foram ainda determinadas” e “todas as pistas estão a ser investigadas”.

Por sua vez, o chefe dos bombeiros, Daniel Nigro, confirma 29 feridos, 24 deles levados para o hospital. Um deles está em estado mais grave.

As causas do forte rebentamento não foram, para já, avançadas pelas autoridades, mas, segundo a CNN, já terá sido afastado um problema com gás na zona. O rebentamento terá ocorrido dentro ou perto de um caixote do lixo, admitem fontes das autoridades à CNN, o que não foi ainda confirmado oficialmente pelas autoridades.

As forças de segurança estão a pedir à população para não ir ao local do rebentamento e para não sair de casa se morar nas redondezas e procuram uma eventual segunda bomba. Pedem também que, se alguém tiver alguma informação que considere relevante, a transmita ás autoridades e que se denuncie qualquer acto suspeito que possam ter testemunhado.

De recordar que também este sábado ocorreu uma explosão em New Jersey que, não provocou feridos, mas foi suficiente para anular uma corrida que iria ocorrer em breve.


[Em actualização]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Zé Povinho
    18 set, 2016 Lisboa 11:50
    O Mundo está em guerra e na Europa, os governos, estão mais preocupados com as questões económicas do que as sociais e de segurança! Na conjuntura que a Europa hoje vive, já não faz mais sentido as fronteiras estarem abertas. Eles existem para aumentar a segurança dos seus povos! É MARSELHA, a segunda maior cidade da França! E sabes o qual é a segunda língua mais falada em Marselha? Bem, sim: é francês. A primeira é o árabe. Dê-lhes Paraíso e eles vão transformá-lo em um compartimento de lixo. A França já se foi. Disse Kaddafi em um discurso que não havia necessidade de invadir a Europa, porque em 20 anos, a Europa seria muçulmana. É MARSELHA, a segunda maior cidade da França! E sabes o qual é a segunda língua mais falada em Marselha? Bem, sim: é francês. A primeira é o árabe. Dê-lhes Paraíso e eles vão transformá-lo em um compartimento de lixo. A França já se foi. Disse Kaddafi em um discurso que não havia necessidade de invadir a Europa, porque em 20 anos, a Europa seria muçulmana.

Destaques V+