Tempo
|
A+ / A-

​Mugabe manda prender atletas olímpicos

26 ago, 2016 - 17:30

O Presidente zimbabueano quer que os atletas devolvam ao Estado o investimento que foi feito neles.

A+ / A-

O presidente do Zimbabué, Robert Mugabe, deu instruções ao comissário geral da polícia para prender todos os atletas do país que participaram nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, pelo fraco desempenho, avança a imprensa africana.

O Zimbabué é um dos países que saíram dos Jogos Olímpicos 2016 sem qualquer medalha. Nas olimpíadas participaram 31 atletas e o melhor resultado foi um diploma olímpico, através de uma oitava posição.

De acordo com a televisão nigeriana NTA, Robert Mugabe terá mesmo apelidado os atletas de ratos: “Perdemos dinheiro do país com estes ratos a que chamamos atletas”.

“Se não estão dispostos a sacrificarem-se e a vencerem, até mesmo para conquistarem as medalhas de cobre ou latão [referindo-se à quarta e quinta posição], tal como os nossos vizinhos do Botsuana, então porque é que gastamos o nosso dinheiro com estes atletas?”

"Se precisássemos de pessoas para irem ao Brasil para cantar o hino nacional e hastear a bandeira, teríamos enviado algumas das belas raparigas e bonitos rapazes da Universidade do Zimbabué”, atira.

Mugabe acrescentou que o dinheiro investido nos atletas olímpicos poderia ser utilizado para a construção de escolas e outras instalações sociais.

“Eu vou ter a certeza que eles pagam ao governo o investimento que fizemos neles, nem que leve 10 anos a recuperar. Eles visitaram o Brasil como turistas, são uns inúteis”, concluiu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Nelson
    27 ago, 2016 Lisboa 12:37
    Exmo Sr Bruno são pessoas como sua excelência que devem ser perdoados por apoiar tal decisão de um governador tão pequenino culturalmente! Tomar uma decisão destas num país dito evoluído seria o mesmo que acabar com todo o apoio à cultura e associações desportivas que "apenas" gastam dinheiro em actividades que nada produzem! Existem dados que indicam o pouco desenvolvimento de um país em função do investimento feito nestes dois sectores em particular! A forma como aquele governante e outros se posicionam face aos resultados da sua comitiva presente nuns jogos Olímpicos depois de todo o esforço feito pelos atletas até lá chegarem reflete bem o nível económico-cultural em que se encontram essas pessoas e um país como o Zimbábue!
  • Bruno
    27 ago, 2016 Barreiro 00:04
    Aqui também deviam fazer isso. Para ver se os "Pimentas" da vida ainda punham as culpas nas algas.
  • donamercia
    26 ago, 2016 Braga 20:21
    Outro louco que joga à Benfica, como aquele fanático de nome Rui Gomes ou Pedro Guerra .
  • Mario
    26 ago, 2016 Portugal 18:05
    Até que ponto chega a insanidade mental de um presidente Africano. Realmente é caso para dizer somos governados por loucos seja em qualquer época da História como até em pleno século XXI. Mas a pergunta será quem é mais louco os governantes ou quem os apoia??

Destaques V+